Primeira usina solar brasileira deve começar a funcionar em abril

eCycle

Empreendimento da MPX Energia deverá ser suficiente para surprir a demanda energética de 1,5 mil residências, de forma sustentável

A cidade de Tauá, a 360 km de Fortaleza, no Ceará, vive a expectativa de ser a primeira usina solar do Brasil. Com 4.690 painéis fotovoltaicos em corrente contínua e com capacidade de gerar 1Megawatt (MW) de energia, a usina será capaz de abastecer o equivalente a 1,5 mil casas.

O projeto está a cargo da MPX Energia, de propriedade do empresário brasileiro Eike Batista, que investiu cerca de R$ 10 milhões na construção e implementação da usina, instalada em uma área de 12 mil metros quadrados.

A usina solar de Tauá já está mais de 70% concluída. No último mês de fevereiro, foi iniciada uma das últimas fases necessárias para o pontapé incial: a instalação da estação metereológica, responsável por captar e fornecer informações climáticas muito importantes, como radiação solar e temperatura ambiente, que podem influenciar no desempenho dos painéis fotovoltaicos – os responsáveis pela captação solar e posterior transformação em energia elétrica.

Em uma segunda fase, a MPX planeja ampliar a capacidade energética para 5 MW, o que seria suficiente para abastecer, com energia limpa, 7,5 mil residências.

Para entender mais sobre o funcionamento do processo de captação da luz do sol e de sua transformação em energia elétrica na usina de Tauá, assista ao vídeo do início da página.


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail