Nova turbina ajuda a gerar energia no esgoto

eCycle

Engenheiros de Hong Kong querem diminuir o desperdício de eletricidade

Hong Kong é uma cidade muito grande, com uma rede de esgoto que conta com 7,8 mil km de tubulações. O monitoramento é um processo complexo, constante e que conta com pequenas turbinas para mover os equipamentos de observação. Eles garantem que a tubulação se mantenha limpa e em funcionamento.

O problema desse sistema é que cada turbina gera apenas 80 volts, o suficiente para acender quatro lâmpadas fluorescentes pequenas. Alguns canos da rede de esgoto são muito finos e, consequentemente, tem menor fluxo de água e baixa energia potencial.

Na tentativa de aumentar a eficiência da geração de energia elétrica neste processo, engenheiros da Universidade Politécnica de Hong Kong criaram uma turbina esférica que utiliza a pressão residual das turbinas já existentes para gerar mais energia. Ela conta com oito pás e um eixo especial oco, que minimizam a perda de energia, além de não utilizar lubrificantes, para garantir a qualidade da água.

As turbinas esféricas já foram testadas em diversos pontos de Hong Kong. Após a instalação de todo sistema, é esperada uma economia de 700 kW/h e a redução anual de 560 kg das emissões de dióxido de carbono.

Veja também:
-Invenções malucas para economizar água
-Designers canadenses criam conceito para gerar energia elétrica por meio de balões


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail