Amianto: uma ameaça não-reciclável

eCycle

Material pode causar diversos problemas à saúde humana e ao meio ambiente

O amianto é um material potencialmente nocivo à saúde (leia mais abaixo), de acordo com algumas organizações de defesa dos atingidos pela fibra mineral. A indústria, por sua vez, diz que o tipo fabricado atualmente (amianto crisotila) não é perigoso aos consumidores nem a quem trabalha com isso. De qualquer forma, ainda não há formas desenvolvidas para sua reutilização ou reciclagem. A descontaminação é muito difícil de ser feita devido ao alto custo e apenas em alguns casos é realizada, geralmente em indústrias.

Materiais feitos com amianto têm vida útil muito longa, mas a própria indústria não sabe dizer ao consumidor como descartar amianto corretamente.

A resolução 384 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), de 2004, determina que produtos que têm o amianto como matéria-prima não podem ser descartados em qualquer local. A recomendação é de que o amianto seja descartado juntamente com resíduos perigosos em aterros especializados. Consultar a administração regional ou a prefeitura de sua cidade deve ser o primeiro caminho para efetuar o descarte consciente do material.

Caso não seja possível, procure empresas que lidam com materiais perigosos, oferecendo soluções no gerenciamento, coleta, transporte, tratamento e destinação de resíduos desta natureza, a exemplo da TWM Ambiental, que atua em São Paulo.

Dica eCycle

Pense bem antes de optar por telhas e caixas d’água que utilizem o amianto. Embora uma telha de amianto tenha durabilidade de aproximadamente 70 anos, esse tempo é mínimo se pensarmos em longo prazo. Reflita se o meio ambiente, que nos inclui, precisa incorrer nos riscos potenciais que as consequências do uso deste material podem acaretar. Infelizmente, as alternativas disponíveis ainda estão diretamente associadas a matérias-primas que também trazem danos ao meio ambiente, como o petróleo, mas cujo impacto indica menor risco, pois podem ser recicladas e causam menos danos à saúde.

Atenção, na hora de retirar a telha ou a caixa d’água é preciso tomar todo o cuidado e evitar a quebra do material e eventual contaminação pelas fibras do amianto.

Perigo à saúde

O amianto é um material muito controverso e potencialmente perigoso!

Durante muito tempo o amianto foi utilizado sem restrições por possuir características inegavelmente interessantes para a construção, como resistência a altas temperaturas, boa qualidade isolante, flexibilidade, durabilidade, incombustibilidade, resistência ao ataque de ácidos, além do baixo custo. Com o passar do tempo a periculosidade do mineral foi comprovada, tendo sido reconhecido como cancerígeno pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Quando inaladas ou ingeridas, as fibras do pó do amianto estimulam mutações celulares dentro do organismo podem dar origem a tumores e a certos tipos de câncer de pulmão. A matéria-prima já foi proibida em mais de 50 países. No Brasil, seu uso ainda é permitido. Do lado da indústria, o Instituto Brasileiro de Crisoltila (IBC) afirma que o tipo de amianto conhecido como crisotila é amalgamado com cimento para formar o fibrocimento, material que não permite o desprendimento das fibras de amianto. Segundo o instituto o uso do amianto é feito com responsabilidade há mais de trinta anos, tanto para consumidores, quanto para os trabalhadores do ramo. Cabe a você, usuário, decidir o que fazer!


Veja também:


 

Comentários  

 
0 #1 2013-12-02 14:42
Boa tarde!
Qual é a vida últil de uma caixa d'água de amianto?
Att.
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail