Amianto não vale a pena

eCycle

 A eCycle se posiciona sobre o tema após série de reportagens

OMS afirma que de fato o mateiral faz mal para saúde, ainda assim sua produção é liberada no país

Após a série de quatro reportagens sobre amianto publicadas em nosso portal, a eCycle usa este espaço para se posicionar a respeito do tema, levando em conta os aspectos mais importantes que foram expostos ao longo da série.

Amianto é cancerígeno

Um fato que nenhum dos diversos entrevistados nega nas reportagens é: o amianto é cancerígeno. O mineral já foi reconhecido como cancerígeno pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e há, segundo a Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto (Abrea), diversos casos de ex-trabalhadores da mineração da indústria que lida com tais materiais que adoeceram e até faleceram devido a doenças desenvolvidas pelo contato com o material.

Soluções reduzem, mas não eliminam problema

O que a indústria que mantém o amianto como matéria-prima de seus produtos diz é que a tecnologia evoluiu e que não há riscos para os trabalhadores. A população também estaria livre de perigos ao comprar telhas ou caixas d’água devido a reações químicas que impedem o desprendimento da fibra de amianto na natureza (devido ao amálgama com o cimento para a produção de fibrocimento) quando o produto se quebra ou se degrada. No entanto, mesmo com todas as possíveis garantias, é preferível evitar ter em casa um material que pode causar câncer e outros tipos de tumores, sem contar os riscos de seu processo de produção.

Descarte sem solução

O amianto faz mal para a saúde humana e a do meio ambiente e a recomendação é de que o amianto seja descartado juntamente com resíduos tóxicos, em aterros especializados . Portanto, mesmo com todas as garantias dadas pela indústria, o amianto é um material perigoso e que não tem como ser reutilizado ou reciclado. Mesmo uma telha de amianto tendo uma durabilidade de aproximadamente 70 anos, esse tempo é mínimo se pensarmos em longo prazo. O meio ambiente não deve sofrer as conseqüências de um uso irresponsável que ocorre por 70 anos e ainda causa riscos permanentes aos humanos e animais. Fabricantes contatados pela eCycle não souberam precisar uma maneira correta de se descartar telhas e caixas d’água.

Com todas as constatações acima, a eCycle recomenda a escolha de telhas e caixas d’água que não utilizem amianto. Existem alternativas que recorrem a materiais provenientes de queima de combustíveis fósseis, mas mesmo assim, eles são recicláveis (no caso de plásticos). Sem contar que e petróleo gasto aqui pode ser economizado com combustíveis como álcool, na locomoção diária de veículos, por exemplo.

Para descartar seus produtos com amianto, procure os postos aqui ou entre em contato com a prefeitura de sua cidade para fazer uma destinação correta.

Confira as demais reportagens da série:

E confira a solução para descarte no guia da reciclagem sobre amianto e na seção Postos de Reciclagem da eCycle.


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail