“Baterias zumbis” provocam centenas de incêndios, alertam especialistas

eCycle

Especialistas da ESA pedem que as pessoas descartem pilhas e baterias adequadamente para evitar explosões

baterias zumbi incêndios
Imagem de nmair por Pixabay

A ESA – Environmental Services Association, do Reino Unido, afirma que "baterias zumbis" são a causa de centenas de incêndios por ano em depósitos de lixo e locais de reciclagem. As baterias descartadas em lixos domésticos podem ser esmagadas ou perfuradas durante a coleta e o processamento dos resíduos. Alguns tipos, especialmente as de íon-lítio e de níquel-hidreto metálico, podem pegar fogo ou explodir quando danificadas por esse processo, incendiando outros materiais.

Em alguns casos, esses incidentes exigem a evacuação de pessoas que residem em áreas próximas aos incêndios, colocando a vida das pessoas em risco, e a ajuda do Corpo de Bombeiros, mobilizando esforços que poderiam ser empregados em outras atividades. Por isso, especialistas da ESA pedem às pessoas que não descartem pilhas e baterias gastas em lixos comuns ou recicláveis.

A organização acredita que as baterias de íon-lítio tenham sido responsáveis ​​por cerca de 250 incêndios em instalações de reciclagem e resíduos no Reino Unido entre abril de 2019 e março de 2020. Esses incêndios representaram mais de um terço de todos os incêndios relatados, contra um quarto registrado no ano anterior.

"Baterias zumbis" prejudicam postos de reciclagem

Somente no Reino Unido, as pessoas jogam fora 22 mil toneladas de baterias por ano, de acordo com a ESA. Desse total, apenas 45% são recicladas adequadamente. E o problema tende a se agravar, uma vez que as baterias de íon-lítio são cada vez mais utilizadas em uma série de dispositivos de uso diário.

Essas baterias são normalmente encontradas em laptops, tablets, smartphones, barbeadores, escovas de dente elétricas e outros equipamentos eletrônicos. Em lixões e postos de reciclagem inadequados, elas podem causar danos incalculáveis para as pessoas e para o meio ambiente. Por isso, a ESA criou a campanha “Take charge”, de incentivo à reciclagem e ao descarte responsável desses materiais.

No início do mês, o centro de reciclagem de Smallmead, no sul da Inglaterra, detectou a presença de fumaça saindo de uma das máquinas. Os bombeiros foram chamados e, auxiliados por alguns funcionários do centro, uniram esforços para retirar rapidamente os painéis de metal das laterais das máquinas, a fim de rastrear e dar fim ao incêndio. Incêndios como esse são comuns em centros de reciclagem, especialmente porque esses locais estão cheios de materiais combustíveis.

No entanto, incêndios em máquinas de reciclagem podem ter resultados catastróficos. A queima de plástico e papel, provocada pela explosão das baterias, é facilmente espalhada pelas esteiras que conectam todas as máquinas das instalações de reciclagem. Assim, o fogo poderia atingir com rapidez a comunidade ao redor e os próprios funcionários do centro.

Por isso, os trabalhadores estão sempre atentos a ameaças de explosão e incêndios nos locais de reciclagem, empregando esforços constantes para reduzir os riscos e minimizar os impactos do fogo. O problema é que eles não podem controlar o que os cidadãos depositam em suas lixeiras. Muitas baterias vão parar em latas de reciclagem ou sacos de lixo comuns, podendo ser danificadas por equipamentos de classificação de lixo nos centros de reciclagem e, consequentemente, elevando a chance de explosão.

Faça sua parte: campanha pelo descarte correto de baterias

Diante das ameaças que as baterias zumbis representam, a ESA chama a atenção das pessoas para a necessidade de descartar corretamente o desses materiais. O objetivo da organização é conscientizar os consumidores dos perigos que envolvem o descarte impróprio de pilhas e baterias, especialmente as de lítio. Para isso, oferecem indicações e esclarecimentos a respeito de como e onde descartá-las.

No Brasil, a Política Nacional de Resíduos Sólidos prevê que os fabricantes estruturem e implementem sistemas de logística reversa. Assim, as empresas devem fornecer ao usuário informações e locais de descarte correto de seus resíduos.

Antes de qualquer coisa, no entanto, você deve armazenar as pilhas e baterias em embalagem separada de outros materiais, impossibilitando o contato com umidade e evitando vazamentos. Após embalar seus resíduos, procure os postos de recolhimento mais próximos para fazer o descarte adequado. Consulte aqui os postos de reciclagem disponíveis para baterias e pilhas.



Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×