Veja os benefícios que as deliciosas oleaginosas podem proporcionar

Além de saborosas, oleaginosas contêm benefícios para saúde e o bem-estar

diferentes variedades de oleaginosas

As castanhas e nozes fazem parte dos dez alimentos mais saudáveis do mundo e são sugeridas para quem quer ingerir comida que dá energia. Elas são oleaginosas e contêm compostos que podem auxiliar a saúde e o bem-estar do corpo. A seguir, iremos listar alguns benefícios que acompanham as oleaginosas, porém não se esqueça de verificar se esse tipo de alimento não te proporciona reações alérgicas.

Oleaginosas têm compostos biologicamente ativos disponíveis para desenvolvimento e manutenção de um corpo saudável. Exemplos destes compostos são:

Vitaminas

Folato, niacina e tocoferóis (que formam a vitamina E), agem como poderosos antioxidantes, protegendo o corpo dos efeitos danosos dos radicais livres ou de átomos de oxigênio altamente reagentes, auxiliando a evitar o câncer e o envelhecimento precoce.

Minerais

Exemplos incluem cálcio, selênio, potássio e magnésio, que auxiliam a proteger a densidade dos ossos, a saúde do coração e ajudam a regular o nível de açúcar no sangue; são indispensáveis na prevenção e combate à anemia, à depressão e à fadiga.

Fitoesteróis

Uma molécula parecida com o colesterol e que interfere na habilidade do corpo humano de absorver colesterol e auxilia a diminuir o colesterol “ruim”, também conhecido como colesterol LDL.

Componentes fenólicos

Zeaxantina e betacarotenos são exemplos de substâncias que oferecem cor e proteção às plantas. Estes compostos servem como antioxidantes para o corpo humano. Estudos sugerem que os fenóis das plantas protegem o corpo de câncer, doenças cardiovasculares, diabete, osteoporose e doenças neurodegenerativas.

Outros benefícios das oleaginosas são: prevenção contra o envelhecimento precoce, já que são fontes de antioxidantes, ajudam na saúde dos intestinos, por suas fibras de alta qualidade, e fortalecem as defesas do corpo.

Fontes de gordura insaturada

Oleaginosas contêm uma fonte rica de gorduras poli-insaturadas que contribuem para a saúde dos vasos sanguíneos e a redução do colesterol.

Tipos de alimentos

Cocos, especificamente, consistem em triglicérides de cadeia média, comparado-os com os mais predominantes ácidos graxos de cadeia longa que fazem parte de 98% de nosso consumo diário de carne, leite e óleos vegetais. O corpo reconhece o comprimento dessas cadeias de gordura e as quebra diferentemente. Há diferença metabólica porque as gorduras encontradas no coco são mais saudáveis comparadas às gorduras saturadas encontradas nas gorduras animais, como no queijo cheddar e na linguiça.

As melhores oleaginosas para nutrição são: amêndoas, castanha-do-pará, noz-pecã, juglans, pistache, macadâmia, coco, cajus, avelãs e pinhão. A melhor maneira de consumi-las é da forma natural e sem sal, mas se você quer adicioná-las à sua dieta, mas não gosta de comê-las sozinhas, aqui vão algumas dicas para variar a sua ingestão de oleaginosas.


  • Adicione amêndoas picadas em sua salada.
  • Troque óleos vegetais por óleo de coco.
  • Adicione avelã, castanhas e juglans com chocolate amargo e frutas orgânicas sem açúcar em um potinho como lanchinho para o dia.

Demolhagem

As sementes possuem defesas para protegê-las, cascas rígidas, fitatos e outras enzimas inibidoras. Essas substâncias dificultam o processo digestivo e geram efeitos desagradáveis como flatulências, entre outros desconfortos. Além disso, os fitatos, conhecidos como anti-nutrientes, bloqueiam a absorção do ferro, zinco, cálcio e outros sais minerais.

Por esse motivo, é importante deixar as sementes de molho em meio ácido para neutralizar essas enzimas. A mistura pode ser de água potável com vinagre de maçã, suco de limão ou soro de iogurte. Cada semente tem um tempo ideal de demolhagem, mas o ideal é  deixar em média da noite pro dia (8-12 horas). Deixe suas sementes de molho em um recipiente de vidro com o dobro de água para a quantidade de oleaginosas e cerca de uma colher de chá de solução ácida por litro. Após a demolhagem, seque as sementes em baixa temperatura até que fiquem crocantes novamente. Depois do processo elas estarão mais adequadas para o processo digestivo. Castanhas que possuem cascas impenetráveis como a castanha do pará e a macadâmia dispensam esse processo.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail