Empresa brasileira produz copo descartável compostável

O plástico orgânico (PLA) reduz o tempo de decomposição do copo descartável

Um copinho plástico parece inofensivo, mas milhões de copinhos jogados diariamente em lixões e aterros, e que são compostos por um material que demora até 200 anos para se degradar, compõem um imenso problema. Vira e mexe, surgem formas de tentar amenizar a situação. Reciclar não funciona porque não é viável economicamente. O que fazer?

A empresa catarinense Minaplast desenvolveu um modelo de copo descartável orgânico, que se torna compostável após o uso. O item tem como matéria-prima o ácido polilático (PLA), que é produzido a partir de plantas (como o milho) e se decompõe no prazo de 12 semanas, em usinas específicas. Apesar de a empresa brasileira desenvolver essa nova alternativa, a matéria-prima utilizada é da marca norte-americana Ingeo, que conta com todas as certificações de ordem internacional de compostabilidade exigidas por grandes países da Europa e Ásia, de acordo com a empresa brasileira.

O composto não possui petróleo em sua composição (é substituído pelo PLA), mas não tem resistência ao calor, o que exige que os copos sirvam apenas bebidas em temperatura ambiente ou geladas.

O valor da matéria-prima custa até 40% mais que a necessária para produção de copos comuns, mas o diretor da empresa, Hermerson de Villa, garante que os novos copos são viáveis e que serão um marco na área de inovação da Minaplast. Os testes iniciais ocorreram no ano de 2008; posteriormente, no ano de 2012, os testes foram retomados e as adaptações necessárias foram feitas para que o produto chegasse ao mercado. A estimava de produção para esse primeiro semestre de 2014 é de 10 milhões de copos, com capacidades entre 200 ml e 300 ml. A logística de distribuição do novo objeto será gradativa. A distribuição terá início para as grandes redes de varejo do sudeste do Brasil já em março.

Embora o produto seja limitado apenas para bebidas consideradas “frias”, o item pretende inovar o mercado de plásticos descartáveis e reduzir o impacto que o material causa ao meio ambiente.

No entanto, há "poréns". Os copos só são decompostos completamente em usinas específicas que, infelizmente, ainda são poucas no Brasil. A reciclagem de um material desses também é problemática, pois ele não é exatamente um plástico tradicional. Trata-se de uma alternativa que reduz danos, mas ainda é preferível dispensar o copinho descartável quando for possível.

Para dar um destino correto a copinhos plásticos, clique aqui.

Veja também:
-Brasil reciclou quase 20% dos plásticos pós-consumo em 2010
-Filme plástico é reciclável?
-De onde vêm e o que são plásticos?


 

Comentários  

 
+1 #1 2014-03-12 02:28
Os copos descartáveis de papel suportam bebidas quentes e são totalmente feitos de matéria prima renovável. ;)
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail