Dia de faxina

Criatividade e conhecimento são ótimas saídas para aposentar o excesso de produtos na limpeza da casa

Arrumar a casa e fazer faxina são obrigações semanais de todo mundo e não há como escapar. Porém, a sujeira que se tira de dentro de casa acaba indo para outro lugar. Isso se torna um problema, principalmente quando o assunto é água.

Bom, explicando melhor...

Para o chão ficar limpo e cheiroso, costuma-se aplicar um alvejante em locais como cozinha e banheiro. Além da química usual, muita gente usa produtos com cloro diluídos em água. Até aí não há novidade. No entanto, depois de terminada a limpeza da casa, aquela água suja cheia de produto químico que fica no balde, é despejada no ralo, vai para o esgoto e deságua nos rios e mares. Não pensamos nisso, mas dentro daquele inofensivo e cotidiano balde de faxina estão presentes substâncias como cloro, formaldeídos (H2CO) e fosfato. Esses compostos causam uma série de reações graves e alteram a harmonia dos sistemas aquáticos.

O que fazer?

Existe saída para esse dilema, e ela é mais simples do que parece. Por isso, ai vão algumas dicas de faxina.

A primeira dica é usar mais energia humana no trabalho: varrer a casa e tirar o pó superficial dos móveis usando um pano com água. Isso já é o suficiente para melhorar o aspecto do local. Mas há casos em que não tem jeito - gorduras de fogão, por exemplo. Uma alternativa é a velha água quente com sabão. Apesar de o sabão ser um produto químico, ele não contém fosfato, como acontece com alguns detergentes. Os modernos vaporizadores nada mais são do que uma sofisticação tecnológica dessa antiga e eficiente prática de limpeza.

Uma boa dica é lembrar-se das receitas antigas, em que os produtos eram os próprios ingredientes de comida. Exemplos: vinagre é muito bom para tirar manchas de tecido; limão e açúcar ajudam a remover ferrugem e dão brilho para as panelas; bicarbonato de sódio serve para limpar pias, bidês e vasos sanitários em banheiros, além de substituir o cloro na remoção de limo. Basta deixá-lo agir por uma hora e depois retirar o limo com uma mistura de suco de limão e sal.

Nada de toalhas de papel, prefira trapos para a limpeza e guardanapos de pano para enxugar a louça e as mãos. E se o assunto é economia, por que não aproveitar os restos de sabão que sempre ficam esquecidos e derretendo nos suportes? Basta uma panela, um pouco de vinagre e açúcar.

Modo de preparo:

  • Junte os pedaços de sabão e adicione um punhado de açúcar
  • Derreta a mistura em banho-maria, mexendo bastante
  • Coloque em um vasilhame e deixe secar por dois dias

Após seco, com a ajuda de uma faca, corte em barras e pronto: menos um item da lista do mercado. A reciclagem começa em casa.




Veja também:


 

Comentários  

 
+1 #1 2014-10-03 18:06
Olá,

Matéria super importante! Muito obrigada!
Citar
 
 
+1 #2 2015-03-06 19:21
Estou adorando receber os newsletters de voces! O site é excelente, com muitas informacoes uteis e interessantes. Parabens, foi uma otima iniciativa, pelo bem do planeta!
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail