Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Um gel composto à base de um biopolímero é o responsável por resfriar os alimentos

Em um grande esforço para repensar modelos de geladeira que possam estar disponíveis em qualquer ambiente, o designer russo Yuriy Dmitriev revelou um novo aparelho digno de séries de ficção futuristas. O seu “Bio Robot Refrigerator” utiliza uma substância especial de gel que esfria o alimento, quando você o coloca dentro do aparelho. A ideia do russo é finalista de um importante concurso internacional, que desafiou os participantes a redesenharem os aparelhos mais modernos da atualidade, pensando no futuro.

O Bio Robot Refrigerator pode ser montado apoiado numa parede de várias formas (na horizontal, na vertical ou até no teto!). A geladeira não tem motor ou outras tecnologias tradicionais, como a maioria dos equipamentos do tipo, – o gel faz todo o trabalho – assim, 90% do aparelho é o espaço utilizável real. Por mais estranho que seja, basta enfiar um alimento dentro do biopolímero gel (que não é pegajoso e não tem cheiro) e deixá-lo suspenso e resfriado até precisar dele novamente.

Dmitriev afirma que os agentes de refrigeração são os “robôs biológicos” que estão presentes no gel e que iluminam os alimentos, pois com baixa temperatura, o gel “acende”. Embora a novidade pareça bem divertida, o autor não sabe explicar com muita convicção como a experiência funcionará no futuro e como o gel será produzido em escala industrial.

Viabilidade de lado, a geladeira é, definitivamente, um grande passo adiante em termos de repensar o design de um dos nossos aparelhos mais utilizados. Provavelmente, a melhor novidade desta máquina-conceito é que ela não gasta energia para refrigeração – só precisa de energia para o bloco de controle. Comparada com a geladeira moderna típica, que utiliza cerca de 8% da energia de uma família, este gadget estiloso poderá reduzir nosso consumo de energia significativamente no futuro.