Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Obra é uma poltrona móvel com diversos livros dispostos sobre base de madeira

O que não pode faltar em uma sala de leitura? Livros, claro. No entanto, para o designer espanhol Alvaro Tamarit, eles não precisam ficar apenas nas estantes.

O designer decidiu reaproveitar livros de uma maneira confortável. Juntando obras velhas, com pedaços faltantes ou que não interessam a nenhuma biblioteca, é possível montar um “banco do pensamento”. Sobre uma base de madeira curvada, Tamarit colocou vários livros e os uniu com cola, além de passar uma camada verniz na parte do assento, garantindo a durabilidade do móvel, que possui rodinhas para facilitar a locomoção.

A curvatura da madeira que serve como base é ergonômica e confortável ao indivíduo que quer se concentrar apenas na leitura. Mesmo assim, os clientes do designer podem solicitar mais uma tira de madeira acima da lombada dos livros, na parte do assento. Conheça mais sobre as obras de Tamarit clicando aqui.

Matilha Cultura

No Brasil, a instituição sem fins lucrativos Matilha Cultural, localizada no centro de São Paulo, possui banquinhos para sentar que levam em conta a mesma lógica do reaproveitamento, só que em vez de livros, usam jornais.

Basta você pegar uma pilha de jornais, colocar duas tábuas de madeira na pilha (uma no topo e outra na base), prensá-la, amarrar duas tiras de plástico resistente em volta dos jornais e das madeiras e passar verniz na parte lateral. Você, então, terá um banco sustentável.


Veja também: