Dois tipos de receitas de sabão caseiro: o frio e o quente

eCycle

Entenda mais sobre os processos de fabricação do sabão artesanal: o cold process e o hot process

Sabão

As receitas de sabão caseiro com óleo de cozinha usado pode ser feita pelo processo frio (cold process) ou pelo processo quente (hot process). Cada uma possui suas vantagens e desvantagens. Vamos entender melhor como eles funcionam.

Primeiramente, o sabão é produzido a partir da reação de gorduras e óleos com uma base (geralmente hidróxido de sódio ou de potássio) dando origem a um sal de ácido carboxílico, que é o sabão, e o glicerol, da família do álcool (conhecida popularmente como glicerina). Esse processo recebe o nome de saponificação. Abaixo está esquematizado a reação:

ÓLEO OU GORDURA + BASE --> GLICEROL + SABÃO

O modo como é feita essa reação é que vai definir se o processo é cold ou hot. A princípio, as duas técnicas seguem essas etapas:

  1. Preparação da base: dissolver a Base (NaOH ou KOH) em água;
  2. Preparação do óleos: filtrar o óleo usado de cozinha ou derreter as gorduras mais sólidas;
  3. Mistura dos ingredientes: misturar a base com o óleo até a emulsão;
  4. Feita estas passagens, temos duas opções a seguir: o cold process ou o hot process para a fabricação do sabão caseiro.

Cold process

  • Adição de fragrâncias, óleos essenciais e corantes no sabão;
  • O sabão é colocado em uma forma e aguarda-se o seu endurecimento;
  • Após o seu endurecimento, o sabão caseiro é cortado e deixado em processo de cura. Este processo pode levar de 45 a 60 dias para ser finalizado. Durante este período, a reação de saponificação continua e o sabão vai deixando de ser alcalino para chegar próximo a neutralidade. Também ocorre a evaporação de água. Dessa forma, o sabão caseiro vai perdendo umidade e chega na sua forma final.

Hot process

  • Após a mistura da base e do óleo, o sabão é ainda aquecido em temperaturas de 80°C. Pode-se utilizar o "banho-maria";
  • Quando o sabão atinge uma consistência de gel (pode levar de 1 a 2 horas), encerra-se o aquecimento e são introduzidos os corantes, fragrâncias e outros;
  • O sabão é colocado em moldes e, após o seu endurecimento, é cortado;
  • O processo de cura do sabão feito por hot process é mais curto, levando apenas uma semana. Nesse período, o sabão caseiro ganhará mais consistência e perderá alcalinidade e umidade excessiva, assim como no cold process.

Qual processo é melhor?

Não há uma receita melhor que o outro, pois cada um possui suas vantagens e desvantagens. Vamos saber quais são elas:

  • A fabricação do sabão caseiro feito por cold process é mais rápido, pois não necessita do aquecimento e pode ser colocado já com uma consistência melhor nas formas.
  • Porém, no processo de fabricação a quente (hot process) não há necessidade de deixar o sabão por longos processos de cura, como no caso do cold process.
  • A fabricação do sabão caseiro feita por hot process é mais tolerante quanto a adição dos corantes e fragrâncias. O processo a frio requer um timing melhor, pois deve-se adicioná-los rapidamente para que o ponto do sabão não passe e ele fique muito consistente, não permitindo a boa mistura dos ingredientes.
  • Um problema do hot process é gasto maior em energia devido ao aquecimento. Normalmente, utiliza-se o "banho-maria" para fabricá-lo, então gasta-se mais com o gás de cozinha.

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail