Energia elétrica gerada por fontes eólicas evitou emissões de 20 milhões de toneladas de CO2 no Brasil, entre 2016 e 2017

Até 2020, potencial crescerá ainda mais

Matriz elétrica brasileira

A energia elétrica gerada a partir de usina eólicas brasileiras entre 2016 e 2017 seria suficiente para abastecer a demanda de aproximadamente 54 milhões de pessoas e 18 milhões de residências por mês, em média. Os dados são da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica) e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e foram expostos em um infográfico no quarto boletim InfoVento.

O Brasil tem potencial instalado de 12,3 gigawatts (GW) e mais de 490 parques eólicos. O estado campeão é o Rio Grande do Norte, tanto em parques instalados, como em possibilidades de geração elétrica: são 131 parque existentes na região, que podem criar 3,5 GW em em energia. A Bahia fica em segundo, com 88 parques, que podem gerar 2,2 GW.

Levando em conta a matriz energética brasileira, a eólica está posicionada na quarta posição, atrás de hidrelétrica, biomassa e gás natural. Se estimativas estiverem corretas o potencial de geração eólico do Brasil será de 17,4 GW em 2020.

A eletricidade gerada a partir da energia eólica evitou a emissão de 20 milhões de toneladas de CO2 entre outubro de 2016 e outubro de 2017.

Para saber mais a respeito, acesse o infográfico completo.

Fonte: Abeeólica

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail