Novo composto químico pode absorver emissões de poluentes da queima de carvão

eCycle

Material é uma grande inovação para as técnicas de captura de CO2

As usinas termelétricas acabam de ganhar um aliado importante no combate às emissões de gás carbônico (CO²) provenientes da queima do carvão mineral, uma das principais fontes de gases do efeito estufa.

Um time formado por cientistas da Universidade de Monach e da Organização de Pesquisa Científica e Industrial do Commonwealth (CSIRO) publicou um estudo que descreve a descoberta de um novo tipo de metal organic framework (MOF) – ou estrutura metal-orgânica, em tradução livre.

A principal característica dos MOFs é a capacidade de absorver grandes quantidades de gases por conta da sua grande estrutura molecular, formada por átomos de metais ligados por moléculas orgânicas. Mas o que faz desse composto químico especialmente importante no combate ao aquecimento global é o fato de ser fotossensível, ou seja, reage à luz do sol, liberando os gases neles presos.

Essa tecnologia, mais barata e eficiente que suas antecessoras, poderia ser utilizada como purificadora, separadora ou armazenadora de gases, abre uma porta importante à criação de novas iniciativas de sequestro e armazenamento de gás carbônico e, em última análise, a reciclagem do carbono.

Veja também:
-Pesquisa comprova aumento significativo da poluição no mundo
-Mudanças climáticas começam a degradar a Floresta Amazônica
-Megacidades: crescimento descontrolado contribui para o aumento da poluição


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail