Nike lança chuteira mais sustentável do mercado

Pesando apenas 160 gramas, modelo GS2 é feito com reutilização de materiais, como plásticos

A nova chuteira produzida pela Nike pode ser uma prova de que tecnologia, alta performance e sustentabilidade podem andar juntas. No dia 1º de dezembro, a empresa lançou no Brasil a GS2, a nova chuteira ecológica da marca. Ela conta com a tecnologia ACC (All Conditions Control), que garante o domínio da bola em gramados secos, molhados e até mesmo no frio europeu.

A fabricação da chuteira é feita utilizando, em sua maioria, materiais recicláveis. Todo o calçado, menos o solado, é feito com materiais reciclados como a mamona, presente no revestimento interno do calcanhar; e na placa de tração, que também utiliza poliuretano termoplástico, com 23% de materiais recicláveis na sua composição. Isso faz com que a placa seja 15% mais leve do que em modelos normais.

Na parte superior do calçado, é utilizado Kanga-Lite (material sintético livre de solventes) que melhora o controle e o toque de bola. Outras partes da chuteira, como a língua, o cadarço e o forro, chegam a ter 70% de materiais reutilizados na sua composição. Tudo isso faz com que o calçado seja o mais leve da linha, com apenas 160 gramas.

A chuteira será utilizada por grandes promessas do futebol europeu como Theo Walcott, Eden Hazard, Sterling Raheem, Mario Göetze, Christian Eriksen e Stephan El Shaaraway, que segundo a Nike, são “jovens talentos que representam o estilo leve e ousado da chuteira”.

O único problema é o preço sugerido pela empresa, viável apenas para jogadores profissionais: R$ 1.499,90. Veja abaixo o clipe em que Göetze experimenta o novo modelo:


Imagens: Nike Futebol

Veja também:
-Ecoestádio tem arquibancada com grama
-Grandes times brasileiros vestem a camisa da sustentabilidade com projetos voltados para o meio ambiente


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail