Listas telefônicas:opções conscientes para quem ainda usa

eCycle

Paulatinamente substituídas por modelos digitais, mercado ainda existe, mas há opções de reciclagem

Acreditem ou não, listas telefônicas possuem data de validade. As pessoas se mudam, negócios abrem e fecham, e informações de contato se alteram. E mesmo com a tecnologia digital, muitas pessoas (principalmente as mais velhas) continuam as utilizando. É preciso saber que elas são recicláveis e muitas cooperativas no Brasil aceitam esse material.

Se você armazena muitas listas em casa ou recebe mais do que necessita, aqui vão alguns fatos para ter em mente:

Categorias

O papel utilizado em listas telefônicas se enquadra na categoria “papeis mistos” na qual também estão produtos como caixas de cereal, cartões e revistas. Postos que aceitam algum desses itens, geralmente aceita os demais, mas é sempre uma boa ideia confirmar com o reciclador quais são os produtos de papel coletados. Clique aqui para conhecer postos de reciclagem de papeis mistos.

Categorizar os papéis recicláveis é importante porque as fábricas de papel se valem desses critérios para selecionar os materiais e garantir o comprimento de fibras correto para fabricar o novo papel. As fibras do papel de listas telefônicas são mais curtas do que as de outros tipos de papel, por isso, são frequentemente transformadas em outros produtos, como caixas de ovos e papelão, em que o comprimento das fibras não é tão relevante.

No momento da reciclagem, qualquer elemento alheio ao papel, mas presente na lista, como plástico e ímã é removido para e evitar possíveis contaminações e falta de qualidade do novo material que será fabricado.

Reduzir

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos estima que 72% (ou sete milhões de toneladas) de produtos de papel deixaram de ir para aterros sanitários em 2010 no país. Entretanto, o papel sozinho ainda responde por mais de vinte e oito por cento do lixo que produzimos. No Brasil, de acordo com números da Associação Brasileira de Celulose e Papel, cerca de 50% do papel pós-consumo tem sido reciclado nos últimos anos. A reciclagem do papel misto gira em torno de 40%.

Não receber

Com tantos lares e empresas migrando para opções digitais, e com tantas companhias produzindo e distribuindo as versões de papel, não é incomum que as listas apareçam quando o usuário não mais necessita ou deseja.

Ao escolher não receber mais as listas, você não apenas se livrará da inconveniência de receber algo que não usará, mas economizará papel, todos os recursos e a energia empregados na produção e no transporte.

Reuso e Reciclagem

Para catálogos que precisam ser descartados existem diversas opções, além de possibilidades de reutilização em casa.

Há muitas companhias que passam de casa em casa recolhendo as listas antigas no momento de entregar as novas. Você pode devolver a lista velha e optar pelo não recebimento, como vimos acima.

Em comunidades que não oferecem a reciclagem dos catálogos, o papel pode ser picado e utilizado em composteiras. A maioria dos fabricantes utiliza tintas com base vegetal, o que é comum na impressão de papéis sem revestimento como jornais e listas telefônicas. Neste caso, é recomendável remover a lombada e a capa que possuem materiais inadequados para a compostagem.

Para encontrar postos que reciclam papéis mistos, conheça a seção Postos de Reciclagem da eCycle.

foto: Lanaartes

Veja também:
-Conheça a seção "Recicle Tudo" de papéis
-Composteira residencial pode ser alternativa para lixo orgânico


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail