A criança quebrou ou perdeu um dente? Projeto da USP orienta sobre o que fazer

eCycle

Material orienta a população sobre os cuidados que devem ser tomados em acidentes traumáticos que ocasionam a quebra ou a saída do dente da boca; saber procedimento correto ajuda a preservar a dentição

Acidentes traumáticos
Imagem de Eddie Kopp em Unsplash

Quebrar ou perder um dente por traumatismo é uma experiência desagradável e bastante comum na infância e adolescência, durante momentos de brincadeira e diversão ou praticando esportes, seja dentro de casa ou na escola. Para isso, pais, educadores, cuidadores e as próprias crianças precisam ser orientados sobre como lidar com a situação.

Somente no ano passado, o Serviço Especializado no Atendimento a Traumatismos Dentários da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (Forp) da USP realizou mais de 800 procedimentos relacionados ao atendimento de crianças e adolescentes vítimas de traumatismos. Essa experiência fez com que os profissionais do serviço criassem o projeto Machuquei Meu Dente! E Agora? para orientar a população sobre os cuidados que devem ser tomados em acidentes traumáticos que ocasionam a quebra ou a saída do dente por completo da boca. “Um dos maiores problemas é a falta de informação sobre o traumatismo dentário”, explica a cirurgiã-dentista Carolina Paes Torres Mantovani, do Departamento de Clínica Infantil e colaboradora do projeto.

Nas escolas, o projeto ganhou atenção especial com a vertente Professor, Machuquei Meu Dente! E Agora?, uma vez que a Forp tem parceria com a Divisão Odontológica da Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto para atendimento de crianças e adolescentes vítimas de traumatismo dentário, inclusive aqueles ocorridos nas escolas do município. Além de vídeos explicativos, o projeto conta com um folder, tudo desenvolvido pela acadêmica Camila Roberta Garrefa Dagostini, orientada pela professora Alexandra Mussolino de Queiroz e com colaboração da dentista Carolina Mantovani.

São duas as abordagens no material criado, uma voltada para pais, professores e cuidadores de crianças, que traz informações sobre o traumatismo dentário, como: locais mais sujeitos a sua ocorrência, fatores de riscos, formas de prevenção e os primeiros socorros. E outra especialmente criada para as crianças, com material educativo e lúdico em formato de animação, com diálogos simples que orientam sobre como proceder no caso de um traumatismo dentário. Nas orientações estão detalhes sobre como ficar calmo e a importância de achar o pedaço do dente quebrado ou o dente inteiro, uma vez que estes podem ser colados em caso de fraturas ou reimplantados em casos onde o dente sair do alvéolo. “A colagem do fragmento ou o reimplante são as condutas mais conservadoras para o público infantil e quando realizadas corretamente os resultados costumam ser muito satisfatórios”, explica a professora.



Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×