Cidade na Suécia usa cocô de galinha contra o novo coronavírus

eCycle

A prefeitura de Lund, na Suécia, espalhou fezes de galinha em seu principal parque para tentar evitar aglomerações e passeios

A pandemia de coronavírus tem gerado as mais diversas reações nas autoridades de cada país ou cidade. Enquanto alguns tentam negar o problema, outros reagem com criatividade. Esta última foi a escolha da cidade sueca de Lund, que espalhou cocô de galinha na grama de seu principal parque, na esperança de que o mau cheiro espante eventuais aglomerações, ajudando a conter o avanço do novo coronavírus.

Nesta época do ano, em condições normais, Lund estaria recebendo turistas e visitantes em sua festa anual de Santa Valburga, tradicionalmente comemorada em países escandinavos. Devido à pandemia, porém, as festividades foram canceladas pelas autoridades locais.

"Lund pode muito bem virar um epicentro de avanço do coronavírus", disse, ainda em abril, Gustav Lundblad, presidente do comitê ambiental local à BBC. Segundo ele, colocar fezes de galinha nos gramados é uma "chance de fertilizar a grama e ao mesmo tempo deixá-la fedida, de modo que não seja agradável sentar-se ali para tomar uma cerveja".

A opção da Suécia de não implementar nenhum tipo de "lockdown", como aconteceu na maior parte dos países europeus, e manter a maioria das escolas, bares, restaurantes e comércios abertos tem sido bastante criticada entre os especialistas em saúde pública. O governo pediu apenas que as pessoas evitassem aglomerações e mantivessem o distanciamento social.

O país tem tido um número bem maior de infectados e mortos pela Covid-19 que seus vizinhos nórdicos, o que rendeu ao governo local fortes críticas de alguns cientistas suecos. Há quem cobre uma quarentena mais rigorosa, mas, por enquanto, a Suécia ainda não vivenciou um colapso em seu sistema de saúde.

"Tenho confiança na estratégia", respondeu o premiê sueco, Stefan Lofven, na semana passada, segundo a agência Reuters. "Uma razão pela qual escolhemos essa estratégia é que temos apoiado as agências (de combate à pandemia), e as medidas são sustentáveis ao longo do tempo."

A Reuters destaca que a população sueca é bastante espalhada por seu território, e mais da metade das residências são ocupadas por apenas um morador ,— a maior proporção na União Europeia. Além disso, o país tem um dos mais altos índices de confiança da população em seu governo.


Fonte: BBC

Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×