Germes: entenda o que são e saiba como se prevenir

eCycle

Germes são micro-organismos causadores de doenças que se propagam em diversos ambientes. Saiba como mantê-los longe

Germe” é um termo utilizado para se referir a diversos micro-organismos causadores de doenças, como bactérias, vírus, fungos e protozoários. Apesar da existência de uma grande quantidade de micro-organismos nocivos à saúde (conhecidos cientificamente como patógenos), há outros que são inofensivos e que geram benefícios aos seres vivos, como os probióticos.

A microbiologia demonstra que o número total de espécies de micro-organismos é incalculável. Essa diversidade é fruto da capacidade de adaptação desses organismos, que sobrevivem em qualquer lugar do planeta. Eles estão no ar, no subsolo, no fundo do mar e até dentro de nós.

Como os germes se propagam?

Com exceção dos vírus, a maior parte dos germes se desenvolve em qualquer ambiente quente e úmido. No caso dos vírus, as doenças são transmitidas por meio do processo de reprodução, em que eles precisam estar dentro de algum hospedeiro, uma vez que são micro-organismos acelulares e que não possuem metabolismo próprio.

Os demais germes podem se propagar por meio do contato com secreções de pessoas infectadas e superfícies, água ou alimentos contaminados. Além disso, eles podem se deslocar pelo ar em pequenas partículas de poeira ou em gotículas de água.

As fontes de germes mais comuns são: água e alimentos contaminados, superfícies tocadas com frequência (maçanetas, torneiras, telefones), áreas de descarte de resíduos (lixos), itens de limpeza (flanelas, esponjas, escovas de dente) e animais de estimação infectados.

Exemplos de germes mais comuns

  • Salmonella, bactéria que causa infecção alimentar;
  • Rhinovírus, vírus que causa a gripe comum;
  • Trichophyton, fungo que causa a frieira;
  • Giardia Intestinalis, protozoário que causa diarreia.

Infecções cutâneas

As infecções cutâneas ocorrem quando germes entram na pele por meio de cortes ou rupturas, conseguindo se desenvolver dentro dela. Apesar de algumas infecções precisarem ser tratadas com antibióticos, a maioria é simples e resolvida rapidamente.

Exemplos de infecções cutâneas

  • Furúnculo, causado pela bactéria Staphylococcus aureus;
  • Erisipela, causada pela bactéria Streptococcus;
  • Micoses, causadas por diversas espécies de fungo e classificadas a partir da área afetada;
  • Herpes, causadas por Herpesvírus tipos 1 e 2.

Sinais e sintomas de infecções cutâneas

Os primeiros sinais de uma infecção cutânea são vermelhidão, coceira e formação de pequenas elevações na pele. Caso ela seja mais grave, pus, bolhas, descamação e escurecimento da pele são outros sinais que podem indicar a contaminação por germes.

Normalmente, características como sintomas e localização, além da idade da pessoa e de seus hábitos diários, serão analisados pela médica ou médico para que a infecção seja determinada. Em caso de dúvida, eles poderão solicitar uma biópsia do tecido para um tratamento mais específico.

Germes de animais

Alguns animais podem transmitir doenças ao seres humanos, caso estejam infectados por algum germe. Essas doenças são chamadas de zoonoses. Saiba mais sobre o assunto e como se prevenir na matéria: "O que são zoonoses?" Os exemplos mais comuns de doenças transmitidas por animais são raiva, micoses e leptospirose.

Raiva

A raiva é uma doença causada por um vírus e transmitida ao ser humano por meio de mordidas, lambidas em feridas, mucosas ou qualquer arranhão do animal infectado.

Micoses

Os fungos são germes causadores de micoses, tanto nas pessoas como nos animais. Eles podem viver no solo, nas plantas ou na pele. Mesmo sendo facilmente encontrados, só irão causar micoses na presença de condições especiais, como baixa resistência do organismo.

Leptospirose

A leptospirose é uma doença bacteriana transmitida por meio da água ou alimentos contaminados com a urina de animais infectados. Nas cidades, o principal disseminador é o rato, daí a importância de evitar que você e seu animal tenham contato com águas de enchente, por exemplo.

Dicas para impedir a contaminação e proliferação de germes

1. Lave as mãos

A maior fonte de transmissão de germes são as mãos. Em um dia comum, suas mãos entram em contato com diferentes superfícies e objetos. Por isso, é importante sempre mantê-las higienizadas. Lavar as mãos é um hábito simples e que evitar contaminação cruzada e ajuda no combate aos germes.

2. Mantenha o banheiro limpo

O banheiro é uma das áreas mais infectadas da casa. Para evitar que os germes se espalhem, é necessário manter a limpeza do seu banheiro sempre em dia.

3. Higienize as mãos antes de preparar a comida

Manuseie e prepare comida de maneira segura. Limpe as suas mãos e as superfícies regularmente.

4. Faça a higienização do lixo

Um ponto que não pode ser esquecido é a retirada constante dos lixos e a limpeza das lixeiras. Permitir o acúmulo de lixo dentro de casa pode ser um fator de grande influência na contaminação.

5. Tome cuidado ao espirrar e tossir

Cubra o seu nariz e boca com um lenço quando tossir ou espirrar. Jogue todos os lenços no lixo e lave as mãos.

6. Mantenha a vacinação em dia

A vacinação é uma excelente maneira de se proteger de infecções mais graves. Assegure-se de que a sua família esteja com a carteira de vacinação atualizada.

7. Use remédios naturais

Existem inúmeras substâncias naturais que ajudam a combater e prevenir as infecções causadas por germes. Conheça algumas delas na matéria: "18 remédios naturais para cultivar em casa".

8. Converse com um profissional de saúde de sua confiança

Lembre-se que é sempre recomendável consultar uma médica ou médico, especialmente se o problema for recorrente ou se agravar.


Fontes: Qual é a diferença entre germe, micróbio, bactéria, bacilo e vírus?, Infecção de pele e Prevenção de Infecção


Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×