Tudo o que você precisa saber sobre higiene pet na pandemia do novo coronavírus

eCycle

Cachorro e gato não transmitem o novo coronavírus, mas devem ficar em quarentena e ter a higiene pet em dia

higiene pet
Imagem editada e redimensionada de Autri Taheri, está disponível no Unsplash

Saber como fazer a higiene adequada do seu pet é essencial para manter a saúde dele em dia, seja gato ou cachorro. Para descobrir qual a melhor forma de cuidar do seu animal de estimação, o Portal eCycle entrevistou o médico veterinário Eduardo Ferreira Serafim. Confira:

Portal eCycle: Eduardo, como devemos dar banho em cachorro? E gato?

Como dar banho no cachorro

Eduardo: O cachorro deve tomar banho de 15 em 15 dias. Deve-se abrir uma exceção semanal apenas para aqueles animais que tenham doenças cutâneas ou se sujaram em parques. O banho deve ser dado com água morna e agente saponificante específico para cachorro. O ideal é que seja feita uma consulta veterinária para identificar qual é o melhor produto para usar no animal em questão.

Antes de iniciar o banho do cachorro, é necessário tampar o canal auditivo com um algodão limpo para evitar inflamação no ouvido, conhecida por otite. Após massagear o couro do animal molhado com o sabão (com cuidado para não entrar sabão no olho nem água no ouvido), é preciso enxaguar bem e dar início à secagem.

Primeiro, utilize uma toalha (de uso único do cachorro) para retirar o excesso e, de preferência, deixe o animal secar ao sol. Se não estiver sol, seque-o com o secador (com cuidado para não queimar o couro do pet) mantendo o algodão no ouvido no caso de animais medrosos.

Após a secagem, retire o algodão e evite perfumes, pois eles podem causar reações alérgicas. Depois dessa etapa, de preferência, escove o pelo com uma escova macia e própria para isso.

Como dar banho no gato

Não é indicado dar banho em gatos, pois eles têm hábitos de higiene próprios que são suficientes para manter a limpeza necessária. Por outro lado, é preciso realizar a escovação do pelo periodicamente. Se possível, todos os dias, durante cinco minutos em animais de pelo longo. Animais de pelo curto podem ser escovados semanalmente. Entretanto, em algumas exceções, se o gato estiver muito sujo ou machucado, é necessário dar banho. Em caso de gatos que saem na rua, pode-se optar pelo uso de lenços umedecidos próprios para pets.

Os cuidados durante o banho são os mesmos do cachorro. Tampe o ouvido com algodão, massageie o pelo com água morna e agente saponificante específico para gatos. Enxágue bem e retire o excesso de água com uma toalha própria do gato. Deixe o animal secar ao sol, ou seque com secador. Neste último caso, mantenha o algodão no ouvido se o gato tiver medo do barulho do secador.

Portal eCycle: Como deve ser feita a higiene pós-passeios no caso dos cachorros? Como ficam os passeios no contexto do novo coronavírus?

Eduardo: Após o passeio pode-se utilizar lenços umedecidos próprios para pet, com cuidado para evitar a umidade nas patas. O que poucos sabem é que os cães transpiram pelos coxins (patinhas), o que pode causar o acúmulo de umidade levando a um quadro de pododermatite fúngica, a famosa frieira. Como evitar? Realizando a tosa higiênica em animais de pelo longo, e limpando as patas com lenço umedecido após o passeio.

No contexto de pandemia do novo coronavírus, o ideal é evitar as saídas do animal na rua. Caso ele saia, lave-o com água e sabão. Mas lembre-se que é preciso muita cautela para evitar umidade no ouvido e nos coxins. O animal não pode tomar banho todo dia. Então evite sair na rua. Procure distraí-lo em casa com exercícios e brincadeiras.

Portal eCycle: O uso de sapatinhos é nocivo para o cachorro?

Eduardo: Alguns tutores colocam sapatinhos em seus pets. Esse hábito surgiu nos países frios para proteger as patas do contato com o gelo.

O Brasil é um país de clima tropical, não sendo indicado colocar sapatos em cachorros. Esse hábito é nocivo, pois impede a circulação de ar na pata, podendo causar a pododermatite, já mencionada. Além disso, o sapatinho muda o angulo de pisada do animal, podendo causar enfermidades locomotoras.

Vídeos de animais pisando errado costumam ter muitas visualizações na internet, pois algumas pessoas acham engraçado. Mas não é engraçado, é nocivo para o animal.

Alguns tutores justificam o uso de sapatinhos alegando proteger a pata do calor das calçadas. Mas o ideal é evitar sair em horário de pico solar.

Portal eCycle: Os olhos precisam de higiene? Como deve ser feita?

Eduardo: Os olhos de gatos e cachorros só precisam ser higienizados caso haja excesso de secreção ou lesão.

O indicado é usar soro fisiológico ou água filtrada, com algodão úmido. Não use gaze. Também podem ser utilizados colírios lubrificantes em casos de olhos muito secos, o que é comum em cachorros de raças braquicefálicas, conhecidos popularmente como "cães sem focinho". Se esse for o caso do seu pet, realize uma consulta veterinária para saber qual é o produto ideal para ele.

Portal eCycle: É preciso realizar higiene após a defecação ou micção?

Eduardo: É necessário limpar com lenço umedecido próprio para pets os animais de pelo longo onde o acumulo de sujidades é mais comum. Para evitar esse cenário, é indicado realizar a tosa higiênica.

Em casos extremos, é necessário dar banho. Animais doentes ou com dificuldade de locomoção ou que acabam deitando em sua urina ou fezes, também precisam ser higienizados com lenço umedecido.

Portal eCycle: E a higiene dos dentes? Como deve ser feita?

Eduardo: É necessário acostumar o pet desde filhote ao manuseio da região bucal. Comece com as escovinhas de dedo. Mas lembre-se que elas não limpam, são apenas para a fase de adaptação.

O ideal é usar uma escova de uso veterinário. A higienização deve ser feita diariamente com pasta especifica para o pet. Dessa forma, o tutor evita tártaro e doenças periodontais.

Portal eCycle: É verdade que os pets não transmitem coronavírus?

Eduardo: Já foi notificado que o novo coronavirus da espécie SARS-Cov 2 não se hospeda dentro do organismo dos pets. Entretanto, a quarentena é para todos, pois assim como os vírus podem sobreviver durante algum tempo em roupas ou utensílios, eles também podem ficar no pelo ou patas do animal.

Evite sair de casa, tanto você quanto seu animal. Procure atividades para gastar a energia do pet em casa (no caso de cães, pois os gatos provavelmente estarão dormindo).

Se por acaso o animal sair na rua, dê banho. Além disso, é de extrema importância evitar tocar o animal sem lavar as mãos. O ideal é lavar as mãos sempre que lembrar.

O animal que fica em quarentena dentro de casa está tão limpo quanto o tutor.

Portal eCycle: Os utensílios dos animais também precisam de higiene?

Eduardo: Os potinhos de ração e água devem ser lavados diariamente com água e sabão. De preferência, reserve uma bucha vegetal apenas para esse fim. A caminha deve ser lavada sempre que o animal tomar banho.

Para eliminar odores e desinfetar a caixa de areia do gato, esvazie-a, lave o recipiente com sabão e água quente e depois pulverize cuidadosamente com peróxido de hidrogênio (água oxigenada). Deixe descansar por 15 minutos antes de enxaguar e seque bem.


Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail