Óleo essencial para sinusite: descubra os benefícios da aromaterapia

eCycle

Hortelã-pimenta, alecrim e lavanda são algumas opções de óleo essencial para sinusite

Óleo essencial para sinusite é um tratamento alternativo para auxiliar no alívio de sintomas, bem como outros problemas e dores físicas. Esse tratamento também é chamado de aromaterapia e tem sido utilizado há séculos como uma forma natural de apoio à saúde física e emocional.

A sinusite é uma complicação da rinite que se caracteriza pela inflamação dos seios da face. Ela tem várias causas, tais como: desvio de septo nasal, traumas na face, infecções odontológicas, infecções causadas por bactérias, fungos e vírus, aromas sintéticos, poeira, tumores e alterações de altitude.

A inflamação da sinusite pode causar dor de cabeça, febre, enjoo, choque térmico, tosse, sensação de peso na cabeça, dor muscular e até perda de apetite. Além disso, esses sintomas podem piorar à noite, quando a pessoa vai se deitar. A secreção pode escorrer por outras partes das fossas nasais, aumentando o mal-estar.

A boa notícia é que o uso de óleos essenciais pode ajudar a aliviar os sintomas de forma natural!

Óleo essencial para sinusite funciona?

A aromaterapia é uma terapia alternativa eficaz para o tratamento de diversas doenças físicas e emocionais, incluindo a sinusite. Ela atua por meio do olfato e das propriedades dos óleos essenciais, sendo uma medicina natural, preventiva e também curativa.

Com as limitações do tratamento convencional para rinite e seus efeitos colaterais, a aromaterapia tem ganhado visibilidade. Para saber mais sobre a aromaterapia confira a matéria: "O que é aromaterapia e quais seus benefícios?". Para saber os benefícios dos óleos essenciais confira a matéria: "O que são óleos essenciais?".

Uma revisão de estudos realizada em 2006 descobriu que o óleo essencial de melaleuca tem propriedades antissépticas, antibacterianas e anti-inflamatórias. Como a inflamação dos seios da face e as bactérias causam a sinusite, o óleo essencial pode ajudar.

Além disso, de acordo com a National Association for Holistic Aromatherapy, 1,8 cineol, presente em alguns óleos essenciais, ajuda a limpar o ar de bactérias e outros micróbios, o muco das vias respiratórias e funciona como um supressor natural da tosse. Os efeitos do óleo vai depender dos compostos da planta.

Quais óleos essenciais utilizar

Óleo essencial de hortelã-pimenta

O óleo essencial de hortelã-pimenta contém mentol, um composto que pode afetar os receptores de muco no nariz, ajudando a abrir as vias respiratórias e limpar o muco.

Ele pode ser utilizado para:

  • Obstrução nasal;
  • Dores de cabeça;
  • Dores musculares;
  • Fadiga ou mal-estar.

Óleo essencial de eucalipto

O óleo essencial de eucalipto contém cineol, que pode aliviar alguns sintomas de sinusite. São eles:

  • Obstrução nasal;
  • Coceira no nariz;
  • Dores de cabeça.

Óleo essencial de lavanda

O óleo essencial de lavanda tem diversos benefícios para a saúde física e emocional. No caso da sinusite, ele pode relaxar, ajudar a dormir e aliviar esses sintomas:

  • Congestão nasal;
  • Inchaço;
  • Dores de cabeça.

Óleo de alecrim

O óleo essencial de alecrim é antiinflamatório e pode ajudar a aliviar o inchaço dos seios da face e a obstrução nasal.

Outros óleos essenciais para sinusite

  • Quem tem dificuldades para dormir pode utilizar os óleos essenciais de lavanda francesa, sálvia sclarea e bergamota.
  • Para coceira no nariz e garganta, podem ser utilizados os óleos essenciais de espruce branco, eucalipto globulus e eucalipto radiata.
  • Para dor de cabeça, além de hortelã-pimenta, eucalipto e lavanda francesa, é recomendado o óleo essencial de manjericão.
  • Para aliviar dores musculares, podem ser utilizados os óleos essenciais de bétula doce, wintergreen, hortelã-pimenta e alecrim QT cânfora.
  • Quem sente fadiga ou mal-estar também pode utilizar hortelã-pimenta, alecrim QT cânfora e alecrim QT cineol.
  • Para impedir o crescimento de bactérias, são recomendados os óleos essenciais de orégano, melaleuca e sálvia, que age como antimicrobiano natural.

Mas atenção: não é recomendado utilizar óleos essenciais de hortelã-pimenta e de eucalipto globulus em crianças menores de dois anos e nem utilizar o óleo essencial de alecrim QT cânfora em grávidas e pessoas com hipertensão.

Como usar

É muito fácil praticar a aromaterapia em casa. Você pode fazer a inalação de vapor, que envolve a combinação de óleos essenciais com água quente para criar um vapor terapêutico. Para isso, aplique de três a dez gotas dos óleos essenciais de sua preferência numa bacia com água quente e, colocando o rosto acima da bacia, tampe a cabeça com uma toalha e inale o vapor durante um minuto ou mais.

Outra opção é adicionar uma gota de óleo em um lenço ou tubo inalador e respirar. Os difusores também podem ser utilizados, dispersando os óleos essenciais no ar. Contudo, esse é um método de inalação menos potente.

Por fim, para um banho com aromaterapia, basta adicionar algumas gotas de óleo essencial diluído à água do banho.

Investigue as causas

Além de tratar os sintomas da sinusite, é preciso investigar sua causa. Para isso, procure orientação médica e, se possível, evite ao máximo ações, agentes ou ambientes que desencadeiam o processo inflamatório.


Fontes: Essential Oil Sanctuary, Organic Facts, Viver de Aromas, Healthline.


Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×