Saúde incorpora medicinas tradicionais e complementares ao SUS

eCycle

Recomendação da OMS pesou na decisão da pasta

Meditação
"Meditar" por Ricardo Barradas está licenciado sob CC BY 2.0

Portaria do Ministério da Saúde publicada em 28 de março, no Diário Oficial da União, inclui na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares as seguintes práticas: arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa e ioga.

De acordo com o texto, a pasta levou em consideração o fato de a Organização Mundial da Saúde preconizar o reconhecimento e a incorporação das chamadas medicinas tradicionais e complementares nos sistemas nacionais de saúde de seus países-membro.

Outro aspecto importante, segundo o ministério, é que diversas categorias profissionais no país reconhecem as práticas integrativas e complementares como abordagem de cuidado. Diversos estados e municípios, inclusive, já têm esse tipo de prática instituída em sua rede de saúde.



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail