Conheça itens da sua casa que estão cheios de germes

eCycle

Germes são micro-organismos causadores de doenças que podem se proliferar em diversos itens da sua casa

Germe” é um termo utilizado para se referir a diversos micro-organismos causadores de doenças, como bactérias, vírus, fungos e protozoários. A microbiologia, área que estuda esses micro-organismos, demonstra que o número total de espécies existentes é incalculável. Essa diversidade é fruto do poder de adaptação desses organismos, que sobrevivem em qualquer lugar do planeta. Sendo assim, se eles estão no ar, no subsolo e no fundo do mar, não seria diferente com os utensílios presentes na sua casa. Conheça alguns deles.

Os lugares mais contaminados da sua casa

Segundo um estudo feito pela Fundação de Pesquisa para Saúde e Segurança Social, em parceria com a Universidade de Barcelona, o banheiro é o local que apresenta mais germes em uma residência. No entanto, ele também é o cômodo que as pessoas mais limpam. Sendo assim, o banheiro acaba não sendo tão “perigoso” nesse aspecto quanto outros locais que ficam esquecidos, apenas acumulando sujeira - e, consequentemente, micro-organismos. Saiba quais são eles:

Esponjas de cozinha

As esponjas são superfícies quentes e úmidas que passam o dia todo em contato com pedaços de comida e sujeira. De acordo com a pesquisa, o calor e a umidade são fatores que contribuem para a proliferação dos germes. Em geral, independente do tipo de esponja que você utilize, é necessário efetuar a troca em uma ou duas semanas para evitar a propagação de micro-organismos nocivos à saúde. Outra dica é substituir sua esponja sintética por uma bucha vegetal e biodegradável.

Pias

A pia da cozinha, item essencial para que toda a louça seja limpa, acaba se transformando em um dos locais mais sujos da casa, já que todos os germes e bactérias presentes nos restos de comida passam por ela no momento da limpeza. Segundo o estudo, a pia da cozinha concentra 100 mil vezes mais germes do que o banheiro. Dessa maneira, pias precisam ser lavadas ao menos uma vez por semana. Para isso, a matéria “Limpe e desinfete a pia de sua cozinha com produtos sustentáveis” oferece dicas de produtos naturais que vão te auxiliar na limpeza da pia.

Escovas de dente

A boca abriga centenas de micro-organismos, que podem ser transferidos à escova de dente durante o uso. Além disso, germes presentes no banheiro também podem saltar para a sua escova de dente. Segundo o estudo realizado pela Fundação de Pesquisa para a Saúde e Segurança Social, cerca de 80% das escovas de dente analisadas abrigavam milhões de germes prejudiciais à saúde. Por isso, a Associação Dental dos Estados Unidos e diversos outros profissionais da área recomendam que você troque sua escova de dente a cada três meses. Vale ressaltar que você pode comprar escovas de dente de bambu na loja do Portal eCycle para ter atitudes mais sustentáveis.

Toalhas

Sempre que você utiliza uma toalha, as células da pele se desprendem do corpo e grudam no tecido. Essas células tornam-se alimento para germes, que prosperam em ambientes quentes e úmidos. Isso pode ser perigoso, já que eles podem ser transferidos de volta para o seu corpo, causando infecções e doenças. Para limpar suas toalhas, lave-as em água quente pelo menos uma vez por semana.

Tábuas de corte

Ainda segundo a pesquisa citada, cerca de 20% das intoxicações alimentares ocorrem dentro de casa. Os germes que causam essas doenças costumam se acumular em tábuas de corte, principalmente nas bordas. Para evitar a proliferação de micro-organismos nesses locais, é preciso desinfetá-los com frequência. Saiba mais na matéria "Tábua de cortar: escolha bem o seu modelo".

Dispositivos tecnológicos

O teclado de um computador ou a tela de um celular podem ter trinta vezes mais micro-organismos do que um banheiro sujo. Isso acontece porque as telas desses dispositivos estão em constante contato com as nossas mãos, que nem sempre estão higienizadas. Por isso, mantenha suas mãos limpas e aprenda como higienizar o seu celular na matéria “Como limpar o celular

Diante disso, é muito importante prestar atenção nesses locais esquecidos na hora da limpeza e mudar os hábitos para evitar a proliferação de germes nocivos à saúde. Além disso, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, o simples ato de lavar as mãos reduz em até 40% o risco de contrair doenças e infecções. Por isso, higienize suas mãos sempre que possível e evite colocá-las em contato com o rosto.


Fonte: Brightnest

Veja também:

 

Comentários 

 
0 #1 2015-03-22 01:08
Gostei, são muito esclarecedoras essa informações. Agora vou cuidar ainda mais da higienização desses objetos. Obrigada.
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail