Nove ervas e plantas que servem como remédios naturais e que podem ser cultivadas em casa (parte 2)

eCycle

Conheça outras nove plantas que podem te ajudar

Se você acompanhou a matéria Nove ervas e plantas que servem como remédios naturais e que podem ser cultivadas em casa, vai gostar de saber que separamos mais nove remédios naturais para plantar em casa. Essas plantas podem ser plantadas em vasos ou na horta e se usadas da forma correta, trazem benefícios à nossa saúde. Vamos lá:

Cenoura

Cenoura

Precisa de bastante luminosidade e a terra não pode ter pedrinhas ou detritos para a raiz poder crescer sem obstáculos. Combate disfunções hormonais, resfriados e tem efeitos no funcionamento do intestino: é antidiarreica, mas em excesso, acaba tendo o efeito contrário.

Erva de gato

Erva de gato

Não são só os bichanos que ficam felizes com a erva. Nós também podemos tirar proveito, pois mastigar suas folhas ajuda a aliviar dores de dente e diminuir febres. Seu chá pode ser usado como calmante. A planta se desenvolve melhor em climas frios e não precisa de muitas horas de sol por dia.

Alho

Alho

Prefere locais com bastante iluminação natural e o solo bem drenado. Acredita-se que plantar alho, no inverno, ajuda a produzir bulbos maiores. O alho atua como anticoagulante, bactericida e antioxidante, além de combater a congestão nasal e ajudar a prevenir câncer no trato digestivo. Muitos médicos recomendam comer dois dentes de alho por dia para reduzir o colesterol.

Dente-de-leão

Dente de leão

Cresce como erva daninha em vários jardins, mas o que muita gente não sabe é que sua flor é docinha e as folhas mais novas ficam muito gostosas em saladas (as folhas que já cresceram há mais tempo são amargas, você pode gostar delas refogadas). A folha de dente de leão possui mais ferro e cálcio que o espinafre. Entre seus muitos benefícios, o mais conhecido é a estimulação da atividade do fígado. O chá de dente de leão auxilia o metabolismo hepático, eliminando toxinas com mais facilidade, e aumenta o fluxo biliar, ajudando na digestão de gorduras. Mas cuidado: não use o dente de leão se estiver grávida ou em tratamento com antibióticos, anticoagulantes, protetores gástricos ou medicamentos a base de lítio.

Salsão ou aipo

Prefere climas mais amenos e a terra deve ser bem nutrida. O salsão traz muitos benefícios: tem ação diurética, combate a prisão de ventre, alivia a azia, é fonte de cálcio, reduz o colesterol (porque aumenta a secreção de ácidos biliares), repõe os eletrólitos perdidos na atividade física, tem propriedades anti-inflamatórias e até atua como suporte para prevenir câncer de ovário.

Bardana

Plante-a em uma terra profunda, pois suas raízes crescem muito (é principalmente essa a parte da planta que se usa) e em local definitivo, pois elas não suportam bem a transplantação. Tem propriedades diuréticas e bactericidas e é ótima contra problemas de pele.

Orégano

Orégano

É bem fácil de plantar: cresce em climas frios ou quentes, só precisa de um solo fértil e úmido. Quanto mais iluminação natural, melhor, mas pode se dar bem na sombra também. Seu chá alivia tosses, indigestão,cólicas e dores musculares e de cabeça, além de ser antifúngico.

Losna

Losna

Pode não ser muito fácil encontrar o solo argilo-arenoso de que ela precisa, mas depois de plantada, a losna é excelente: resistente a doenças e insetos e se dá muito bem com fertilizantes orgânicos. A losna ajuda a combater mau hálito, cólicas menstruais, azia e até anemia. É também um ótimo repelente de insetos, inclusive de piolhos.

Arnica

Arnica

Gosta muito de luz solar e do solo argilo-arenoso. Sua pomada é famosa por aliviar contusões, mas atenção: a arnica é tóxica se for ingerida. Tente colocar o vaso em um lugar alto, longe do alcance de crianças e animais de estimação. Para usá-la, prepare os seguintes ingredientes: uma parte de arnica fresca, cinco partes de álcool de cereais (encontrado em farmácias) e cinco partes de água. Pique a planta e misture-a com os outros ingredientes. Deixe descansar por pelo menos 15 dias (mas pode armazenar por até um ano) e faça compressas com uma parte da mistura diluída em nove partes de soro fisiológico.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail