Saiba como funcionam os tecidos refletores de radiação

eCycle

Conheça um tipo de protetor de radiação eletromagnética emitida por aparelhos como os celulares

A exposição à radiação eletromagnética originada pelos celulares, antenas de telecomunicação, linhas de transmissão de energia elétrica, eletroeletrônicos, radares, telefones fixos sem fio, antenas de TV e de rádio (radiodifusão) podem produzir muitos efeitos negativos na saúde humana de acordo com diversos estudos realizados por agências e organizações, como a Agência Internacional de Pesquisa sobre Câncer (IARC) e a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os efeitos variam desde aquecimento do tecido cerebral, aumento da produção de glicose, até o surgimento de tumores malignos e, em decorrência disso, a morte (saiba muito mais aqui).

Algumas medidas de precaução são indicadas, como o uso de fones de ouvido para conversar ao celular, não manter o celular no bolso por muito tempo, procurar não viver próximo a antenas de radiodifusão e de telecomunicação e, utilizar tecidos semitransparentes que diminuem a radiação eletromagnética absorvida pelo corpo humano.

Tecidos refletores de radiação

A proteção contra os riscos da radiação eletromagnética emitida por aparelhos eletrônicos oferecida por tecidos refletores segue como princípio de funcionamento o fenômeno da blindagem eletrostática. Materiais como cobre, prata, alumínio, são capazes de refletir ondas eletromagnéticas emitidas por aparelhos eletrônicos. O funcionamento é simples: imagine a cortina do seu quarto e pense que ondas eletromagnéticas, na frequência das emitidas por aparelhos eletrônicos e antenas, cheguem por meio da janela, ou através da parede. Se a cortina fosse feita com tecido refletor de radiação, as ondas que viessem na direção da janela ou das paredes seriam refletidas no mesmo sentido de onde vieram e não entrariam no seu quarto.

Mas então será que existe a necessidade de cobrir todas as paredes do seu quarto com as cortinas refletoras de radiação? Não necessariamente. A intenção destes produtos é diminuir a quantidade excessiva de radiação que chega ao corpo humano e não impedi-la completamente, até porque seria algo inviável, já que atualmente estamos rodeados por aparelhos eletrônicos e sistemas de comunicação, como as antenas.

Os tecidos refletores de radiação também podem ser utilizados diretamente nos celulares, na forma de capa para o aparelho. De acordo com informações fornecidas por fabricantes de capas para celulares feitas com tecidos refletores de radiação, o objeto para proteção é composto por uma porcentagem de poliéster e por fibras metálicas que contêm cobre ou prata ou aço inox, capazes de refletir as ondas eletromagnéticas do celular que iriam ser absorvidas pela cabeça por meio da pele. Ainda de acordo com essas informações, a capa refletora de radiação foi desenvolvida para refletir apenas a fração da radiação que atingiria o usuário do celular ao colocá-lo próximo à cabeça, não alterando assim a capacidade de comunicação do aparelho.


Veja também:


 

Comentários 

 
+1 #1 2014-10-17 01:55
Preciso urgente comprar uma capinha dessas, onde encontro, Grata!
Silvana
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail