Cinco maneiras de reduzir contaminantes no ambiente doméstico

eCycle

Maneiras simples, baratas e menos nocivas ao meio ambiente que podem reduzir as diversas toxinas presentes em casa

Existem diversos tipos de contaminantes no ambiente em que vivemos. Os mais presentes em nossas residências são benzeno, formaldeído, xileno, VOCs e POPs. Grande parte dessas toxinas é encontrada em produtos químicos de limpeza muito usados no dia a dia. E os problemas em relação a isso são os prejuízos à saúde e ao meio ambiente que esses contaminantes causam (principalmente em crianças e idosos). Entre os distúrbios que podem ocorrer estão: asma, defeitos congênitos e até câncer.

Como alternativa para esses químicos nocivos, existem os ingredientes naturais, que possuem grande eficiência e podem ser combinados em casa, por meio do conceito de “faça você mesmo”, para criar produtos verdes (veja mais aqui). Dentre as principais "matérias-primas" estão o vinagre branco, o bicarbonato de sódio, o sal e o limão.

Acompanhe abaixo cinco dicas para evitar os produtos de limpeza nocivos e, consequentemente, reduzir toxinas em casa:

Mínimo de poeira possível

Uma das principais fontes de exposição às substâncias tóxicas, a poeira doméstica pode ser mantida distante por meio do uso do aspirador de pó na residência (semanalmente) ou então da limpeza do chão e dos móveis com pano úmido (duas vezes por semana). Outra dica é a de tirar os tênis ou sapatos antes de entrar em sua residência, para minimizar a quantidade de sujeira e produtos químicos nocivos que são trazidos pelos sapatos (veja mais aqui);

Limpeza verde

Use bicarbonato de sódio (que pode ser usado para esfregar pias e banheiras) e o vinagre (que funciona muito bem na maioria das superfícies, incluindo chão e janelas) na limpeza do dia a dia. Eles têm menor impacto ambiental e são bem eficientes (veja mais em "Como fazer limpa vidros caseiro e natural"). Para a lavanderia, escolha detergentes livres de fragrâncias, porque eles podem conter substâncias potencialmente prejudiciais à saúde;

Reforme sua casa da maneira correta

A reforma de um cômodo ou de uma casa inteira pode representar uma grande ameaça à saúde dos moradores. Isso porque toxinas de tinta, de cola e a própria poeira podem provocar problemas respiratórios e até neurológicos. As áreas de renovação devem ser isoladas das outras com plásticos e fitas adesivas, para impedir qualquer tipo de ventilação e/ou resfriamento. Se você estiver pintando, selecione tintas menos tóxicas, à base de água, e compre produtos rotulados com “livre de VOC”, “zero-VOC” ou “baixo VOC”;

Tenha com cuidado os plásticos

Nunca coloque recipientes de plástico ou filme plástico no micro-ondas, porque libera biosfenol-A (BPA), um composto potencialmente nocivo para a saúde que pode causar impactos no cérebro e a perturbação das funções hormonais. Os alimentos devem ser armazenados em recipientes de vidro ou cerâmica, para evitar o contato com o BPA. Outro conselho é o de evitar comprar itens que contêm PVC, um tipo de plástico usado na indústria para dar durabilidade, estética e resistência aos produtos. Para fazer esse plástico, substâncias nocivas, como dioxinas, PCBs e furanos são geradas, além dos ftalatos, que foram proibidos de serem usados em brinquedos em alguns países;

Minimize o mercúrio

Um metal tóxico para o cérebro e que é encontrado em espécies de peixes e mariscos, como atum e espadarte. Por isso, o recomendável é que se escolha peixes com baixo teor de mercúrio, como salmão selvagem, arenque, truta arco-íris e tilápia.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail