Poluição sonora nos oceanos causa diversos impactos na vida marinha

eCycle

Entenda mais um problema que o oceano enfrenta: a poluição sonora e seus impactos na vida marinha

Oceano

Muitos acham que o fundo do mar é completamente silencioso... Quem mergulha no oceano a poucos metros de profundidade ou até mesmo quem assiste a alguns documentários na televisão tem a impressão de que se trata de um ambiente muito calmo. Mas sim, há muito barulho no mar, como a crepitação de corais e os sons emitidos por cachalotes (uma espécie de baleia), golfinhos, e muitos outros.

Os sons no oceano são naturais, mas hoje estão dez vezes mais altos do que em meados do século XX. E é claro que o homem está envolvido nisso. Surgiram, com o passar das décadas, novas tecnologias de navegação e de pesquisas sísmicas (que usam extensas ondas de som a fim de explorar o fundo do oceano e seus recursos naturais) que estão afetando a vida marinha.

Um estudo publicado em 2015 analisou a poluição sonora marinha e seus efeitos na biota marinha. Para se ter uma ideia, pesquisas sísmicas intensas atingem uma média de 230 decibéis (dB) - um show de rock atinge entre 105 dB e 120 dB.

Esse nível de som afeta a audição dos animais de acordo com a exposição, coloca em risco a comunicação entre espécies e submete o animal a um estresse de longo prazo, o que provoca problemas psicológicos e reprodutivos.

Para tentar proteger a vida marinha, a National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA), a agência oceânica e atmosférica dos Estados Unidos, criou o projeto Ocean Noise Strategy Roadmap, que irá elaborar um guia contendo estudos e recomendações com os seguintes objetivos: estabelecer parcerias com agências federais para trocar informações, levantar ações para diminuição da poluição sonora do oceano, desenvolver ferramentas de estudo para uso público e educar o público em relação aos impactos dos sons. O projeto estipulou em prazo de dez anos para alcançar tais objetivos e melhorar a situação atual do mar.

A legislação difere de região para região. No Brasil, para esse tipo de atividade, é necessário somente uma licença, a Licença de Pesquisas Sísmicas, que exige estudos ambientais de acordo com a profundidade da área. Também é importante estabelecer valores de restrição baseado em dados confiáveis com o objetivo de estabelecer limites para as pesquisas sísmicas.

Mudanças devem ocorrer logo, pois este não é o único dano que o oceano está sofrendo... Ainda existem problemas de poluição, aumento no nível do mar e da temperatura, acidificação, causando um desequilíbrio ecológico imensurável.

Confira um vídeo (em inglês) sobre os impactos da poluição sonora no oceano.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail