Os benefícios do abacate

eCycle

Repleto de benefícios, o abacate é um aliado de quem quer adotar um estilo de vida saudável

Abacate é repleto de benefícios
Imagem disponível em Pxhere sob CC0 Domínio público

Um pseudofruto comestível do abacateiro, o abacate é nativo do México e de outros países da América do Sul. Ainda tem muita gente que pensa que abacate engorda e simplesmente evita a fruta (ainda mais se estiver de dieta), mas ele é um grande amigo dos praticantes de uma vida mais saudável.

O abacate contém um alto teor calórico e é rico em gorduras boas que são essenciais para o bom funcionamento do corpo. O consumo do abacate proporciona diversos benefícios à saúde, além das possibilidades de usar a fruta como ingrediente de cosméticos naturais.

Benefícios e propriedades

Os benefícios do abacate são muitos. Por exemplo, quando você come abacate, a gordura encontrada nele, junto com outras propriedades, reduz o colesterol “ruim” (LDL) e aumenta o colesterol bom (HDL), realizando a emulsificação das gorduras saturadas das carnes. Isso reduz o risco de desenvolvimento de doenças, como as doenças cardiovasculares.

Além disso, o abacate possui muitos nutrientes. Cerca de 100 gramas de abacate contêm 634,1 mg de potássio (mais que a banana), que ajuda a evitar cãibras e equilibrar o nível de sódio no nosso organismo. Ele também têm vitaminas A (essencial para a visão e o crescimento), B1, B2, B3, B9 (o ácido fólico - bom para gestantes), C e E.

Seus ácidos graxos trazem muitos benefícios para a pele: possuem a capacidade de mantê-la hidratada e reduzem a vermelhidão e a irritação. Por isso, as indústrias de cosméticos adoram o abacate e você pode fazer cremes caseiros com ele.

Essas mesmas propriedades de hidratação podem ser aplicadas também no cabelo, já que o abacate auxilia na reparação de cabelos danificados, dando brilho e maciez. Confira uma receita de xampu e condicionador de abacate para cabelos secos.

A inclusão de abacate na dieta também é indicada para aqueles interessados em emagrecimento e ganho de massa muscular. Isso acontece devido às gorduras presentes no abacate, que promovem maior saciedade e também ajudam a controlar o apetite ao abaixar o nível de insulina. A fruta contém potássio, que ajuda na recuperação muscular e também auxilia na absorção de nutrientes de outros alimentos.

A variedade de abacate mais encontrada no Brasil possui apenas 5% de teor de oleosidade, bem menos do que os avocados, que são os tipos de abacate encontrados no hemisfério norte - eles têm esse teor entre 20% e 30%.

O abacate vem sendo estudado como um potencial protetor para o fígado. Estudos feitos em ratos foram muito bem sucedidos, mas sua eficiência em humanos ainda não foi comprovada. Se tudo der certo, abacate e mirtilo poderão, um dia, configurar uma forma de tratar a hepatite C.

Estudo sugere que comer abacate diariamente melhora a saúde do intestino

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Illinois sugere que comer abacate diariamente pode melhorar a saúde geral do intestino de uma pessoa.

A pesquisa envolveu 163 participantes com idades entre 25 e 45 anos. A equipe da Universidade de Illinois esperava avaliar o efeito do consumo diário de abacate em indivíduos com sobrepeso e obesidade que, de outra forma, gozavam de boa saúde.

Os pesquisadores dividiram os participantes do estudo em dois grupos. Durante um período de 12 semanas, um grupo fez uma refeição que incluía abacate. Cada participante poderia ter a refeição substituta no café da manhã, almoço ou jantar; o fator importante era que eles comiam abacate como parte de uma única refeição todos os dias. O grupo controle comeu refeições semelhantes, mas sem abacate.

Em última análise, o estudo mostrou que comer abacate em pelo menos uma refeição por dia leva a uma maior presença de micróbios saudáveis ​​no estômago e intestinos. Além disso, o grupo que consumiu abacate excretou um pouco mais de gordura nas fezes do que o grupo que não ingeriu.

“Maior excreção de gordura significa que os participantes da pesquisa estavam absorvendo menos energia dos alimentos que comiam”, explica Hannah Holscher, professora assistente de nutrição no Departamento de Ciência dos Alimentos e Nutrição Humana da Universidade de Illinois.

“Isso provavelmente se deve às reduções nos ácidos biliares, moléculas que nosso sistema de digestão secreta e que nos permitem absorver gordura. Descobrimos que a quantidade de ácidos biliares nas fezes foi menor e a quantidade de gordura nas fezes foi maior no grupo do abacate”. Assim, pode-se concluir que comer abacate diariamente melhora a saúde do intestino.

Óleo de abacate

O óleo de abacate é extraído a partir da centrifugação dos frutos maduros, que já estão mais moles e são os que apresentam teores mais elevados de óleo. Esse óleo é um ótimo substituto natural para produtos cosméticos e cremes, que muitas vezes contêm substâncias químicas nocivas à saúde, como os parabenos. Leia mais na matéria: "Óleo de abacate: benefícios e usos".

Saiba escolher seu abacate e como prepará-lo

Se você quer preparar receitas com abacate, o ideal é escolher uma fruta sem rachaduras ou manchas na casca. A polpa deve ser firme, com uma leve maciez. Quando ela está firme demais, significa que o abacate está verde; macia demais, passou do ponto. Se você acabou comprando um abacate verde, pode enrolá-lo em uma folha de jornal ou colocar em um recipiente com farinha de trigo. Pode demorar alguns dias, mas ele vai amadurecer.

Você pode preparar o abacate doce ou salgado - existem receitas para todos os gostos. O mais comum no Brasil é comer o abacate doce, amassado com açúcar ou na forma de creme de abacate, ou como base para o popular guacamole mexicano. No hemisfério norte, o abacate está mais presente em saladas e pratos quentes. Que tal experimentar uma maionese caseira de abacate, uma torta de limão diferente ou abacates recheados? Você vai se surpreender.

Se quiser cultivar abacates, é importante garantir a polinização cruzada: mudas de cultivares diferentes deverão ser plantadas próximas, porque a flor do abacateiro desenvolve primeiro o órgão masculino e depois o feminino, assim não pode fazer a autofecundação.



Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×