O que é algacultura?

eCycle

Algacultura é uma prática antiga que consiste no cultivo comercial de macro e microalgas

algacultura
Imagem editada e redimensionada de Wolfgang Hasselmann, está disponível no Unsplash

Algacultura é o cultivo comercial de algas. As algas são plantas fotossintetizadoras que crescem na água. Sua cor verde significa que eles produzem seus próprios alimentos por meio da fotossíntese, assim como outros vegetais. Elas possuem duas formas principais: as macroalgas, que crescem mais de 55 metros de comprimento, e as microalgas, que são organismos unicelulares que flutuam na água, sendo visíveis apenas através de um microscópio.

A algacultura não é novidade. As algas foram cultivadas pela primeira vez no Japão há pelo menos 1.500 anos. Lá, a algacultura é um grande negócio no local.

A alga nori é uma das macroalgas mais consumidas no mundo. Já microalgas como a spirulina foram coletadas pela primeira vez pelos astecas do México do século XVI.

Além de servirem como alimento, as algas têm sido usadas como fertilizantes. Elas ainda fornecem propriedades espessantes, agentes gelificantes e estabilizadores que são usados em muitos produtos industrializados, incluindo pastas de dentes às sopas. Mundialmente, a produção de algas é um negócio de bilhões de dólares.

algacultura
Imagem editada e redimensionada de Thomas Peham, está disponível no Unsplash

As algas ainda têm potencial para fornecer energia e combater ameaças ambientais. Parte da massa orgânica de algas assume a forma de óleo, que pode ser espremido e convertido em combustível de biodiesel. Elas vencem as plantas terrestres com a eficiência com que produzem petróleo. Algumas variedades produzem um óleo que pode ser refinado até virar gasolina ou combustível de aviação. A porção de carboidrato das plantas pode ser fermentada para a produção de etanol.

As algas podem converter o dióxido de carbono residual, um gás de efeito estufa que sai das chaminés, em produtos utilizáveis. E ainda podem ajudar a limpar a água, convertendo poluentes em biomassa. Eles têm usos adicionais em produtos farmacêuticos e cosméticos.

Com todo esse potencial, a algacultura certamente merece um olhar mais atento.

Algas marinhas e agricultura

Na agricultura também pode-se notar os benefícios das algas marinhas. Elas aumentam a resistência de estresse das plantas como pimentões, tomates, maçãs, pêssegos, laranja-lima, cravo-amarelo, trigo, milho, feijão e cevada. Além disso, os extratos de algas contribuírem para a formação de sistema de raízes, aumento no conteúdo da clorofila, resistência ao estresse e diminuição do envelhecimento das células vegetais. Assim, as algas marinhas podem ser utilizadas como fertilizantes e na correção do pH do solo.



Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×