Companhia desenvolve membrana que filtra água de modo mais eficiente

eCycle

Base do estudo que criou o novo método foram as proteínas aquaporinas. Protótipo também gasta menor quantidade de energia

O corpo humano é composto por diferentes tipos de células. Cada grupo delas exerce determinadas funções essenciais para o organismo se manter em funcionamento. No interior das células há compostos orgânicos, como as proteínas, que são estruturas muito complexas e eficientes, com funções que abrangem defesa, armazenamento e transporte de moléculas, por exemplo.

Justamente devido ao transporte exercido pelas proteínas que a companhia Aquaporin, localizada em Copenhague, na Dinamarca, decidiu se inspirar nas aquaporinas (figura acima), uma classe de proteínas integrais que formam poros na membrana de células biológicas para poderem transportar água. O foco da companhia é imitar a capacidade de filtragem que essas proteínas possuem, pois elas deixam íons e demais partículas que não fazem parte da composição da água de fora do processo de transporte, que ocorre devido à formação de poros nas bicamadas lipídicas em células biológicas (ver figura abaixo).

A meta da companhia é criar uma nova classe de membranas que filtram água e que utilizem as aquaporinas como agentes principais na purificação, tanto na indústria, como no uso doméstico.

As técnicas atuais de filtragem e purificação da água, em geral, são ineficientes e, dependendo do método utilizado, consomem muita energia (principalmente no âmbito industrial). Com as membranas de filtragem baseadas em aquaporinas, que excluem os íons indesejados e outras moléculas polares durante o processo, há a possibilidade de o protótipo se tornar um modelo muito bem aplicável para a formulação de sistemas de filtragem de água extremamente eficientes e que usem pouca energia.

A empresa disponibiliza comercialmente membranas para indústrias realizarem testes e divulgarem seus resultados à própria empresa. Assim, soluções conjuntas para determinadas finalidades podem ser desenvolvidas.

Essa criação da companhia faz parte de uma área da ciência chamada de biomimética, em que os humanos se inspiram na natureza para buscarem soluções para os seus problemas (veja mais aqui).

Visite o site oficial e confira o vídeo (em inglês) abaixo para obter mais informações sobre a  membrana tecnológica:

Imagens: Ask Nature

Veja também:
-
Biomimética: a ciência que se inspira na natureza
-"Pele inteligente" para revestir edifícios promete aumentar eficiência energética


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail