Earth School lança plataforma para manter conexão de alunos com natureza

eCycle

Plataforma fornece conteúdo educacional gratuito e de alta qualidade para ajudar estudantes, pais e professores em isolamento em todo o mundo

Planeta Terra
Imagem editada e redimensionada de Elena Mozhvilo, está disponível no Unsplash

Em resposta à crise da COVID-19, foi criada uma coalizão inédita para lançar a Escola pela Terra (Earth School, em inglês), plataforma que fornece conteúdo educacional gratuito e de alta qualidade para ajudar estudantes, pais e professores em isolamento em todo o mundo. Iniciada pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e pelo TED-Ed, a Escola pela Terra leva os alunos a uma aventura de 30 dias pelo mundo natural.

O conteúdo disponibilizado inclui vídeos, textos e atividades – que serão traduzidos para 10 idiomas – para ajudar jovens e crianças a entenderem o meio ambiente e considerarem seu papel na natureza. Essa é a maior iniciativa de aprendizagem online feita pelo PNUMA e está disponível gratuitamente no site do TED-Ed.

De acordo com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), mais de 1,5 bilhão de alunos foram afetados pelo fechamento das escolas por conta da COVID-19. A pandemia provocou uma crise de saúde, econômica e educacional; nessa era de restrições físicas e sociais, há uma necessidade global de educação científica.

É por isso que o PNUMA e o TED-Ed – em parceria com outros 30 colaboradores, como a National Geographic, a WWF e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) – se uniram para lançar a Escola pela Terra em pouco mais de duas semanas. Construída para crianças e jovens de 5 a 18 anos, ela abrange 30 dias letivos que se estendem do Dia da Terra até o Dia Mundial do Meio Ambiente – celebrado em 5 de junho, sob o lema Hora da Natureza.

Com videoaulas gratuitas sobre diversos temas, como animais e mudanças climáticas e fazendas subaquáticas, o TED-Ed é o braço educacional do TED, contando com uma biblioteca com milhares de aulas interativas que abrangem todas as idades e assuntos – construída por uma rede de 500 mil educadores de todo o mundo.

Cada aventura ambiental foi cuidadosamente selecionada por um grupo de especialistas para atender a diferentes faixas etárias, consistindo em um experimento prático e uma descoberta da natureza. Além do conteúdo do próprio TED-Ed, a Escola pela Terra contará com vídeos de organizações midiáticas, como a National Geographic, a PBS LearningMedia e a BBC, com o objetivo de capacitar os alunos participantes a cuidarem de nosso planeta.

“Atualmente, bilhões de crianças estão fora das escolas por conta da COVID-19. Mas a educação não pode parar. A pandemia revelou quão profundamente interconectada está toda a vida no planeta”, disse a diretora-executiva do PNUMA, Inger Andersen. “Estou feliz que o PNUMA, juntamente com o TED-Ed e outros colaboradores, estejam lançando a Escola pela Terra. Aprender sobre o mundo natural será fundamental para construir um futuro melhor e mais sustentável para todos”.

“Essa situação inédita em que nos encontramos destaca a importância dos jovens se conectarem com a natureza e entenderem a ciência”, disse a vice-presidente executiva e diretora de educação da National Geographic Society, Vicki Phillips. “Estamos entusiasmados por unir forças com organizações confiáveis ​​como o PNUMA e o TED-Ed para cultivar o descobrimento e gerar empatia pela Terra, independentemente de onde os estudantes estejam – seja dentro de suas casas, em uma janela ou em uma curta caminhada pela vizinhança”.

“Essa plataforma é uma porta de entrada para algumas das lições mais inspiradoras sobre a natureza e o meio ambiente e cada aula traz atividades práticas e divertidas com as quais os alunos podem se envolver e compartilhar com outras pessoas”, disse o diretor fundador do TED-Ed, a iniciativa de educação e juventude do TED, Logan Smalley.

As lições foram escolhidas por uma equipe de especialistas em educação ambiental, incluindo Kathleen Usher (Ph.D) e Jessie Oliver e Juliane Voss, que trabalharam junto de mais de 100 colaboradores na criação da Escola pela Terra. Apoiando o ODS 4.7 e a Década de Ação, a iniciativa ainda contribui com a Coalizão Global de Educação lançada pela UNESCO no mês passado, reunindo governos, parceiros tecnológicos e líderes educacionais para continuar a aprendizagem dos alunos.


Fonte: ONU Brasil

Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail