Fundador do Pimp My Carroça faz catarse para catadores

eCycle

A ideia é preservar saúde e renda de catadores no contexto de crise sanitária em decorrência do novo coronavírus

Renda mínima pros catadores
Imagem: divulgação

O grafiteiro e ativista Thiago Mundano, fundador do aplicativo de reciclagem Catakie do Pimp My Carroça - um movimento que restaura carroças de catadores de lixo de vários países - fez um catarse. O objetivo é ajudar os catadores de lixo a preservarem a saúde e a renda durante a pandemia de coronavírus.

Por que ajudar os catadores

Os catadores estão em uma situação muito complicada. Se eles continuam trabalhando nas ruas, estão expostos ao novo coronavírus. Se eles deixarem de coletar, não ganham dinheiro. Para resumir em uma frase: os que não sofrerem com o corona sofrerão com a fome.

A reciclagem parou por conta da pandemia e os catadores e catadoras já passam necessidades. Esses heróis invisíveis, que tanto já preservaram o meio ambiente, precisam ter o mínimo pra sobreviver.

A meta do catarse é arrecadar 500 mil reais pra garantir que milhares de catadores do Brasil não passem fome.

Recompensas

Os colaboradores receberão recompensas feitas pelo artista Thiago Mundano. Serão 45 gravuras assinadas, numeradas e chanceladas e mais a obra da releitura do “o Grito” do Edvard Munch. Para colaborar com a campainha acesse o link www.catarse.me/renda_minima_catadores ou repasse essa informação adiante.


Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail