Em ação social, empresa de cartões de crédito conecta chef francês 3 estrelas Michelin a cozinheiras assistidas por ONG

eCycle

Encontro une culturas e estilos para cocriação de pratos com aproveitamento integral dos alimentos e de receitas que eliminam o desperdício

Alain Passard

Empresa do setor de pagamentos eletrônicos, a Mastercard, promoverá uma conexão única no dia 25 de setembro de 2017: o francês Alain Passard, chef do renomado Arpège e detentor de três estrelas Michelin – uma das classificações mais importantes do mundo da gastronomia mundial – ministrará a oficina prática “Master Class” com cozinheiros e assistentes de cozinhas das instituições atendidas pela ONG Banco de Alimentos, associação civil que atua para minimizar os efeitos da fome e combater o desperdício de alimentos.

No encontro, chef e cozinheiros dividirão a bancada para, juntos, selecionar, organizar e cocriarem um novo menu composto por ingredientes (frutas, verduras e legumes) cuja base é o aproveitamento integral dos alimentos, com foco no uso de partes não convencionais e com alto poder nutricional como cascas, folhas, talos e sementes.

Durante o encontro, Passard compartilhará experiências profissionais e de vida especialmente pelos desafios que encarou ao longo dos últimos anos, quando optou por excluir as carnes de seu menu em um movimento de ruptura no final dos anos 1990 - aos poucos ele reintroduziu aves, peixes e frutos do mar, mas mantêm o foco nos vegetais.

Com carisma inigualável, Alain Passard transforma vegetais em protagonistas de uma verdadeira obra de arte. Em seu restaurante, cada receita do dia é inspirada pelos elementos que a natureza fornece de suas duas hortas próprias. É reconhecido como “mestre do fogo” pelo perfeito ponto que obtém cozimento dos seus pratos – sua arte há mais de 30 anos – preservando a essência, matizes e perfume dos alimentos.

Segundo Luciana Chinaglia Quintão, presidente e fundadora da ONG Banco de Alimentos, um terço dos alimentos produzidos no mundo é desperdiçado, enquanto 795 milhões de pessoas passam fome no mundo. No Brasil, 3,4 milhões de brasileiros não têm alimentos e 52 milhões vivem em situação de insegurança alimentar; em contrapartida, 41 mil toneladas de alimentos são desperdiçadas no país por dia.

“Com a quantidade de alimentos desperdiçados, poderíamos alimentar 25 milhões de brasileiros diariamente, ou seja, 13% da população. O desperdício passa por uma questão cultural, que deve ser repensada. Iniciativas como a da Mastercard nos ajudam a romper essa cultura do desperdício. Esse encontro de culturas do chef Alain Passard com as cozinheiras das organizações que recebem as nossas doações é parte importante dessa mudança de cultura”, afirma Luciana.

“A iniciativa no Brasil, resultado da parceria com a ONG Banco de Alimentos, permitirá ressignificar o alimento, proporcionar atualização aos profissionais da cozinha ao mesmo tempo em que conecta pessoas de diferentes estilos e realidades a propósitos em comum. Globalmente a Mastercard apoia iniciativas de combate à fome dentre as quais o programa alimentar mundial das Nações Unidas. O compromisso concentra-se em acabar com o círculo vicioso da pobreza ao promover a inclusão e capacitar pessoas”, analisa Sarah Buchwitz, VP de Marketing e Comunicação da Mastercard Brasil e Cone Sul.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail