Vida sustentável: comece agora!

eCycle

Confira 12 passos para uma vida mais sustentável

vida sustentável

Um modo de vida sustentável não é apenas uma escolha ou moda. Adotar hábitos novos para ter uma vida sustentável é um requisito básico para o desenvolvimento de qualquer sociedade e, de quebra, ainda faz bem para a sua saúde.

Então que tal conferir algumas dicas de como tornar a vida mais sustentável?

1. Plante seu alimento de forma orgânica!

Mora em apartamento e não tem espaço? Que tal cultivar pequenos vasinhos de temperos na sacada ou utilizar áreas ociosas do condomínio (ou bairro) para plantar junto com a comunidade da qual você faz parte? Plantar o próprio alimento (mesmo que em pequena quantidade) ajuda a reduzir o consumo de recursos naturais utilizados no plantio e ainda diminui a poluição oriunda do transporte e do emprego de agrotóxicos.

A agricultura urbana orgânica é uma ótima ideia. Entenda o porquê você deve plantar seu próprio alimento e como começar essa prática nas matérias: "Agricultura urbana orgânica: entenda por que é uma boa ideia" e "Como fazer uma horta urbana".

2. Pratique slow fashion

O consumo de roupas e outros tecidos causa impactos significativos ao ambiente e à saúde das pessoas. Para conhecê-los dê uma olhada na matéria: "Qual é o impacto ambiental da produção de roupas? Entenda e conheça alternativas".

Para reduzir os impactos ambientais da utilização de roupas e tecidos desapegue do fast fashion e se apegue no slow fashion. Entenda o porquê nas matérias: "Fast fashion: o que é, como funciona e quais impactos ambientais que gera?" e "O que é slow fashion e por que adotar essa moda?".

Para saber como pegar leve nas roupas dê uma olhada na matéria: "Como impactar menos o meio ambiente na hora de adquirir roupas?".

3. Ande de bike, skate, patinete e transporte público

Que tal abandonar de vez ou reduzir o uso do carro? Assim você ajuda a reduzir a poluição na cidade, os efeitos do aquecimento global e a demanda de recursos naturais.

Para saber como incluir a bicicleta no seu dia a dia, dê uma olhada nas matérias:

4. Consuma pancs

Você conhece as Pancs? São plantas alimentícias não convencionais. Ao consumir pancs, você insere maior diversidade de alimentos na sua dieta e, consumindo as pancs que crescem espontaneamente no ambiente, você contribui para a diminuição de impactos ambientais gerados pelo plantio. O dente-de-leão, por exemplo, é uma pancs, você sabia? Conheça seus benefícios na matéria: "Dente-de-leão: planta é comestível e traz benefícios à saúde".

5. Pratique consumo consciente

Reduzir o consumo é uma forma de praticar o consumo consciente. Que tal evitar comprar em excesso e evitar o próprio descarte praticando a reutilização e a reciclagem? Os produtos alimentares têm uma quantidade desnecessária de embalagens; portanto, dê preferência para aqueles que produzem menos resíduo. Hoje, as embalagens são um grande problema ambiental, muitas vezes são gastos mais recursos e energia na produção das embalagens do que nos produtos em si.

Informar-se sobre os produtos que você adquire e priorizar o consumo local e de pequenos produtores também é um modo de vida mais sustentável. Entenda melhor sua importância na matéria: "O que é consumo consciente?".

6. Respeite os animais

Os animais (domésticos e selvagens) fazem parte do ambiente como um todo. Respeitá-los é uma tarefa essencial para quem se preocupa com a sustentabilidade.

Comprar animais (mesmo que legalmente) não é uma atitude sustentável a longo prazo. Da mesma forma, incentivar outras práticas que exploram animais como exposição de circos e parques que utilizam animais é insustentável. Um exemplo de práticas exploratórias prejudiciais aos animais é a exposição de elefantes. Entenda melhor esse tema na matéria: "A real inspiração por trás do elefante-pintor: crueldade".

7. Ajude as abelhas

As abelhas polinizam mais de 70% dos alimentos consumidos por humanos e estão tendo suas populações reduzidas (30% a cada ano nos EUA) devido ao desmatamento e à aplicação de agrotóxicos. Ajudar esses pequenos seres é uma das práticas de uma vida sustentável. Para isso, você pode reduzir o consumo de alimentos produzidos com agrotóxicos e, se quiser ir mais longe, disponilibilizar alimento para abelha ou até mesmo criá-las (as sem ferrão).

As abelhas gostam de plantas aromáticas que dão flor como margaridas, manjericão, orégano, girassol, hortelã, alecrim, dente-de-leão, tomilho, margaridas, goiabeira, jabuticabeira, abacateiro, lichia etc. Elas também necessitam de um item essencial: a água. Mas, nesse último caso, cuidado com o mosquito da dengue, faça a troca diária da água. Cuidado também com a aplicação de inseticidas (mesmo os naturais) e algumas espécies de árvores nocivas a abelhas, como a árvore de neem, pois os inseticidas e algumas árvores podem reduzir significativamente as populações de abelhas.

Mas se você quiser criar abelhas sem ferrão espalhe iscas, vegetais nativos e água. Você também pode contribuir para o resgate de abelhas ameaçadas se cadastrando no site da ONG SOS Abelhas Sem Ferrão - onde há dicas de como praticar a meliponicultura (criação de abelhas com ferrão).

Entenda mais sobre a importância das abelhas na matéria: "A importância das abelhas para a vida no planeta".

8. Incentive a coleta seletiva no seu condomínio

A coleta seletiva em condomínios pode trazer benefícios para a sociedade como um todo, principalmente nas grandes cidades, onde as estimativas mostram que a quantidade de resíduos deve aumentar a cada ano. Para entender como implantar a reciclagem em condomínios confira a matéria: "Coleta seletiva em condomínios: como implantar".

9. Pratique compostagem

Praticar compostagem também está na lista de metas de quem tem uma vida sustentável. A compostagem é o processo biológico de valorização da matéria orgânica, seja ela de origem urbana, doméstica, industrial, agrícola ou florestal, e pode ser considerada como um tipo de reciclagem do lixo orgânico. Trata-se de um processo natural em que os micro-organismos, como fungos e bactérias, junto com as minhocas, são responsáveis pela degradação de matéria orgânica, transformando-a em húmus, um material muito rico em nutrientes e fértil. Para saber mais esse tema dê uma olhada nas matérias "Húmus: o que é e quais são suas funções para o solo" e "Compostagem: o que é, para que serve e como fazer".

10. Utilize cosméticos naturais

Os produtos cosméticos convencionais, além de conter muitas embalagens, podem ser nocivos para a sua saúde e a do meio ambiente. Esse tema você pode entender melhor nas matérias: "Perfumes "escondidos" em cosméticos são potencialmente perigosos à saúde" e Conheça as principais substâncias que devem ser evitadas nos cosméticos e produtos de higiene".

Para substituir os cosméticos convencionais você pode começar pelo óleo de coco e pelos óleos essenciais. Conheça mais eles nas matérias:

11. Reutilize e recicle

Pensando em descartar algo? Que tal reutilizar ou reciclar? Se você não pode reciclar em casa, encontre postos de reciclagem próximos de você. 

12. Descarte corretamente

Muitas pessoas desconhecem qual é a quantidade de lixo que mandam para o aterro. Pensando nisso, reduza sempre seu consumo de descartáveis! Mas quando não for possível reduzir o consumo e você precisar descartar algo, pratique o descarte correto.

Confira quais são os postos de coleta mais próximos de sua casa.



Veja também:


 

Comentários  

 
-1 #1 2013-06-07 00:22
Gostei das dicas, me ajudaram um monte de agora em diante vou segui-las.
Citar
 
 
0 #2 2014-02-16 15:58
Muito bom!
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail