O que faz os consumidores tomarem decisões conscientes e éticas ao realizarem suas compras?

eCycle

Uma análise sobre como muitas pessoas vêem a sustentabilidade

Há uma busca pelas informações de empresas que querem construir seus negócios a partir da sustentabilidade. Grandes marcas se mostram interessadas em estabelecer confiança em seus produtos a partir de uma postura mais consciente em relação ao meio ambiente, mas ao mesmo tempo elas só investirão em novas estratégias se perceberem que essas serão válidas financeiramente.

A ascensão do consumidor consciente?

Mas enquanto especialistas encorajam os consumidores a comprarem mais, ainda não existem muitas idéias de como motivá-los a tomarem decisões éticas, ainda mais em períodos de austeridade econômica, em que as pessoas passam a cortar gastos de itens supérfluos.

Uma boa notícia é que, segundo pesquisa realizada por um órgão inglês, o YouGov, muitas pessoas não deixam a crise financeira influenciar em suas buscas pela diminuição do impacto de suas ações sobre o meio ambiente. O que também fica claro, é que a mudança de comportamento é possível, mesmo praticando ações simples e ecologicamente corretas, como desligar luzes e aparelhos que não estão sendo utilizados, procurar reciclar o maior número de itens possíveis e tornar comuns hábitos que tenham a contribuir com o meio ambiente, no seu dia-a-dia.

A compra de produtos considerados éticos, com uma pegada consciente e apelo, como comércio justo e bens produzidos localmente, também vêm ganhando adeptos e compradores. Mas a grande quantidade de problemas a serem enfrentados, principalmente os relacionados às mudanças climáticas, deixa muita gente desanimada, sem a impressão de que pode contribuir com a sua redução de impacto e outras ações tomadas.

Consciência x Bolso

Na mesma pesquisa foi possível identificar que muitos consumidores não aceitam pagar um preço acima do normal só para terem acesso a serviços e produtos que sejam mais conscientes. O que contrasta com o atual preço de compras de carros elétricos, painéis solares, viagens de trem no exterior e outros gastos, considerados mais conscientes e que estão fora do alcance da maioria da população.

Diante disso, como as companhias podem chamar a atenção e interesse das pessoas, além de transmitir suas mensagens de ética com uma eficiência maior?

Uma questão é fundamental: a qualidade oferecida pelo produto ou serviço é o que mais importa a quem compra, independente se o que está em discussão segue uma linha consciente. Isso deixa clara a necessidade das empresas priorizarem uma política original e diferenciada para conquistar seus consumidores.

Pelo fato de que a questão dos resíduos se tornou um grande problema a ser solucionado por toda a sociedade, há um desejo da maioria por transparência e maior responsabilidade das empresas envolvidas em qualquer processo que envolva o tratamento e descarte de lixo.


Veja também:

  • Quais as diferenças entre reúso de água e aproveitamento de água das chuvas?
  • Óleo de coco babaçu: comum na indústria cosmética e de alimentos. Conheça seus benefícios
  • Estudos apontam que mudanças climáticas têm consequências para a saúde

  •  

    Adicionar comentário


    Código de segurança
    Atualizar

    Saiba onde descartar seus resíduos

    Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

    Localização Minha localização
    Não sabe seu CEP?

    Newsletter

    Receba nosso conteúdo em seu e-mail