Vela Bikes apresenta bicicleta elétrica mais leve, com design urbano e tecnologia de ponta

eCycle

Projetada para uso urbano e com tecnologia nacional, Vela S pesa 18 kg já com a bateria, alcança 25 km por hora, tem autonomia de até 30 km e conta com entrada USB e alarme

Vela S

Após quatro anos de estudo e desenvolvimento, a startup Vela apresenta ao mercado a Vela S, um modelo de bicicleta elétrica mais leve. Especialmente projetada para uso urbano, a bike mantém boa parte das características que deram notoriedade à marca, como o visual clássico típico das bicicletas urbanas, a entrada USB e o baixo peso, mas apresenta aperfeiçoamentos significativos que visam garantir melhor desempenho e conforto para o uso na cidade, o que faz do modelo uma excelente alternativa de mobilidade urbana.

O funcionamento da Vela S é muito simples: quando ligada, ao começar a pedalar, o motor de 250 w instalado na roda traseira impulsiona a bike, que passa a se mover automaticamente, alcançando até 25 km/hora, com autonomia média entre 20 km e 30 km. Se o condutor preferir, pode acionar o redutor de velocidade localizado no guidão, que impõe um limite de 10 km/hora, o que consequentemente aumenta a autonomia. Desligada, a Vela S funciona como uma bicicleta convencional e, de acordo com o fabricante, é praticamente impossível perceber que se trata de uma bike elétrica, não só ao pedalar, mas também do ponto de vista estético.

Seu peso de 18 kg, já com a bateria – de 1,7kg – é outro diferencial, já que, de acordo com a empresa Vela, é praticamente o peso de uma bicicleta convencional. Além de proporcionar agilidade e segurança ao pedalar e manobrar, a bike é fácil de ser transportada e guardada. Dessa maneira, atividades rotineiras de quem usa a bicicleta como meio de transporte, como descer e subir escadas, levá-la no metrô ou colocá-la dentro de casa ou do apartamento, por exemplo, podem ser realizadas com conforto. Vale lembrar ainda que a bateria pode ser facilmente retirada, o que torna a bike ainda mais leve.

Outra inovação está nas rodas: a Vela S conta com pneus mais largos e resistentes (60 TPIs e largura de 45 mm), aros e raios reforçados. A ideia é que a bicicleta suporte ainda mais os impactos inerentes às grandes cidades – como buracos, subida e descida de guias ou qualquer outro desnível – minimizando a necessidade de manutenção. Destaca-se ainda o guidão riser mais estreito (50 cm), cujo objetivo é facilitar o trânsito em caminhos e corredores reduzidos.

Com relação à parte elétrica, a recarga completa leva entre duas e três horas com o carregador bivolt, sendo possível retirar a bateria e levá-la para carregar ou plugar a bike direto na tomada. A Vela S dispõe ainda de entrada USB – que pode ser utilizada inclusive para carregar celular com ela parada ou durante a pedalada – e alarme, acionado por controle remoto.

Diferenças no modelo

O modelo chega ao mercado em dois tamanhos: quadro 51 cm com aro 26 e quadro 55 cm com aro 700, que atendem confortavelmente pessoas entre 1,55m a 1,85m e suportam cargas de até 130 kg. A Vela S está disponível a partir de R$ 3.790, quase 30% menos que a versão anterior. A empresa oferece garantia de um ano para qualquer componente e de três anos para o quadro. Acessórios adicionais como bagageiros, alforjes e cadeirinhas de criança também podem ser adicionados à bicicleta.

De acordo com o fundador e CEO da Vela, Victor Hugo Cruz, a Vela S foi projetada a partir de diversos estudos relativos ao uso da bicicleta na cidade. “Percebemos que os ciclistas andam entre 10 e 15 km por dia e que o percurso deles inclui subidas, descidas, buracos, escadas, guias, entre outras características. Podemos dizer que a Vela S é uma versão mais otimizada e enxuta da sua precursora Vela 1. O objetivo é oferecer uma versão de entrada mais acessível, que possa trazer um número maior de pessoas para experimentar a bicicleta como um meio de transporte”, explica.

Segundo Victor, foram esses os motivos que levaram a Vela a desenvolver um modelo mais leve e ao mesmo tempo mais robusto. “Aproveitamos avanços importantes que já havíamos implantando no modelo de lançamento da nossa empresa, mas trouxemos aperfeiçoamentos tecnológicos que, embora sutis, transformaram a experiência do ciclista. Dessa forma, foi possível ainda reduzir o custo para o consumidor final em quase 30%. Todo esse contexto nos leva a acreditar que a Vela S representa a elevação do padrão de qualidade da nossa empresa e viabilização de uma alternativa eficiente e acessível para a mobilidade urbana”, finaliza.

Para saber mais a respeito, visite o site da Vela.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail