Antigo estacionamento em Paris se transformará em edifício cheio de vegetação e com energia limpa

eCycle

Colocar vegetação na arquitetura torna-se cada vez mais comum

Antigo estacionamento em Paris se transformará em edifício cheio de vegetação e com energia limpa

Em poucos anos, um estacionamento de Paris vai se transformar no que os arquitetos chamam de “uma aldeia flutuante no meio de uma floresta”.

“Você atravessa a floresta e encontra uma pequena casa com jardim,” diz Manal Rachdi, fundador da Manal Rachdi Oxo Architects, idealizador do projeto. “É uma casa normal, só que no topo de um edifício. A única diferença é que você tem uma vista para a Torre Eiffel. E você está cercado por mil árvores, no meio da cidade”.

Uma grande ponte para tráfego de pedestres, cheia de árvores, ligara a área comum a pequenas pequenas casas e apartamentos familiares. Entre eles há escritórios, uma creche, e restaurantes. O edifício tem formato de pirâmide invertida para maximizar a quantidade de espaço público na parte inferior.

Mais verde

Antigo estacionamento em Paris se transformará em edifício cheio de vegetação e com energia limpa

Rachdi e um parceiro projetaram edifícios cobertos de árvores no passado, mas eles viram uma necessidade ainda maior de espaço verde em Paris.

“Uma das principais ideias é como inventar uma nova maneira de viver em Paris”, diz Rachdi. “Como você deve saber, Paris é uma cidade sem muita vegetação. Nós queríamos criar este espaço rodeado pela natureza… Ligado à cidade, mas cercado pela natureza”.

Colocar vegetação na arquitetura torna-se cada vez mais comum no ramo da arquitetura sustentável. As árvores ajudam a combater poluição, agem contra o aumento das temperaturas urbanas e fazem as pessoas que vivem nas proximidades mais felizes.

Economia de energia

Antigo estacionamento em Paris se transformará em edifício cheio de vegetação e com energia limpa

O novo edifício funcionará com uma combinação entre fontes de energia solar e eólica. A ideia é que um ciclo de energia conecte todas as diferentes partes do edifício; portanto, se um restaurante produz energia extra, por exemplo, a energia pode ser usada por um escritório ou uma casa.

“O que nós realmente queremos fazer é criar um ecossistema vivo”, diz Rachdi.

O edifício, que foi um dos vencedores do recente concurso Réinventer Paris, começará a ser construído até 2018 e será concluído até 2022.


Fonte: EcoD

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail