Discinesia tardia: o que é, causas e sintomas

eCycle

Você já ouviu falar em discinesia tardia? Confira as causas, os sintomas e os possíveis tratamentos da doença

discinesia tardiaImagem de Andrea Piacquadio em Pexels

Discinesia tardia (DT) é uma doença caracterizada por movimentos repentinos, bruscos e involuntários no rosto e/ou no corpo das pessoas afetadas pela condição. O problema possivelmente é induzido por medicamentos, mais comumente antipsicóticos, utilizados no tratamento de esquizofrenia e outras complicações de saúde mental.

A discinesia tardia pode ocorrer em qualquer pessoa que esteja tomando medicamentos antipsicóticos, embora algumas pessoas corram maior risco de desenvolver este efeito colateral. Em alguns indivíduos, a DT pode continuar indefinidamente, mesmo após a interrupção ou troca da medicação.

Sintomas

A discinesia tardia causa movimentos rígidos e espasmódicos impossíveis de serem controlados. Eles incluem tiques nervosos como:

  • Fazer caretas involuntárias;
  • Mostrar a língua sem querer;
  • Piscar os olhos muito rapidamente;
  • Mastigar sem estar comendo nada;
  • Estalar ou franzir os lábios;
  • Inchar as bochechas;
  • Grunhir.

A discinesia dos membros afeta os braços, pernas, dedos das mãos e dos pés. Isso pode fazer com que você:

  • Mexa os dedos repetidamente;
  • Bata os pés ou braços repetidamente;
  • Empurre a pélvis para fora;
  • Balance-se de um lado para o outro.

Esses movimentos podem ser rápidos ou lentos e tornar sua vida no trabalho e na rotina diária mais difícil. Para aliviar os sintomas, é possível:

  • Diminuir a dose do remédio que causa o problema;
  • Adicionar um medicamento que atue como antídoto à rotina;
  • Trocar o medicamento.

Possíveis causas

Os medicamentos que afetam a dopamina, uma substância química no cérebro que desempenha um papel no movimento muscular, podem causar discinesia tardia. Medicamentos antipsicóticos mais antigos para tratar transtornos psiquiátricos como esquizofrenia e transtorno bipolar são a causa mais comum.

Embora seja menos provável, a discinesia tardia também pode se desenvolver após o uso contínuo de medicamentos antipsicóticos mais novos ou do medicamentos antináusea metoclopramida. Alguns medicamentos para tratar depressão, convulsões e doença de Parkinson também podem desempenhar um papel em causar discinesia tardia ou piorá-la.

A DT é desenvolvida, geralmente, com o uso contínuo e prolongado de um medicamento antipsicótico. Entretanto, houve casos raros de ocorrência da doença após uma única dose de um medicamento antipsicótico. As versões mais antigas dessas drogas têm maior probabilidade de causar esse problema do que as mais novas.

Alguns medicamentos que tratam náuseas, refluxo e outros problemas estomacais também podem causar DT, se você os ingerir por mais de três meses.

Fatores de risco

  • Gênero: mulheres que já passaram pela menopausa têm mais chance de desenvolver DT;
  • Idade: adultos com mais de 55 anos correm maior risco;
  • Abuso de substâncias: álcool e/ou drogas ilegais.

Diagnóstico

O diagnóstico de discinesia tardia pode demorar para ser feito de maneira precisa, porque os sintomas podem ser semelhantes aos de outras condições. Não há um teste simples para diagnosticar oficialmente a doença.

Em vez disso, seu médico deverá verificar os medicamentos que você está tomando, bem como tempo de uso e data de interrupção. Vários testes podem ser necessários para descartar outras condições.

Às vezes, a discinesia tardia pode ser revertida, especialmente se for diagnosticada precocemente. Interromper o medicamento que está causando isso ou mudar para um antipsicótico mais recente pode ajudar. Mais recentemente, alguns medicamentos foram aprovados para tratar especificamente os sintomas da discinesia tardia, incluindo valbenazine e deutetrabenazina.

Se seus movimentos descontrolados afetam apenas uma pequena área do rosto, injeções de botox podem reduzi-los. As opções cirúrgicas, como estimulação cerebral profunda, são reservadas para discinesia tardia grave. Em alguns casos, a discinesia tardia se torna uma condição crônica que persiste apesar do tratamento.

Como tratar

Quando os sintomas da doença são leves, você pode não notar muita diferença em sua rotina normal. No entanto, quando eles são graves, você pode ter dificuldade para engolir ou falar. Pode ser difícil realizar tarefas domésticas ou ser produtivo no trabalho. Às vezes, pode fazer você se sentir envergonhado, hesitante em ir a público ou interagir com familiares e amigos.

A discinesia tardia parece piorar com o estresse, então é uma boa ideia incorporar atividades que você considere relaxantes. Meditação, caminhada, leitura e prática de atividades físicas e outros hobbies são exemplos de maneiras de descomprimir.

Também é importante procurar ajuda quando você precisar. A família e os amigos podem ajudar a apoiá-lo emocionalmente, mas também podem ajudá-lo quando as atividades cotidianas forem difíceis. Ao menor sinal da doença, busque orientação médica.


Fontes: CNN, Mind UK e Webmd


Veja também: 


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×