Como fazer slime: 4 receitas naturais e ecológicas

eCycle

Confira quatro receitas atóxicas e sustentáveis para fazer slime em casa com as crianças

Fazer slime é uma atividade prazerosa para todos. As crianças amam passar horas brincando com aquela geleca gelatinosa e de textura supermaleável. Também conhecido como amoeba ou flubber, o slime é diversão garantida para crianças de todas as idades – às vezes, para adultos também! – e pode ser modelado em vários formatos. Além disso, é capaz de acalmar pessoas que sofrem de estresse e ansiedade, porque sua manipulação tem efeito relaxante.

Muitos adultos, no entanto, ficam preocupados com o excesso de substâncias tóxicas e produtos químicos presentes no slime – afinal, crianças menores tendem a colocar tudo na boca, o que pode ser prejudicial à saúde. O bórax, por exemplo, é amplamente utilizado na fabricação de slimes. O problema é que ele possui ácido bórico em sua composição, que, dependendo da quantidade presente, pode causar inchaço, irritações e até mesmo queimaduras na pele sensível das crianças, além de vômito, diarreia e cólicas.

Infelizmente, fazer slime pode não ser a atividade mais sustentável. Várias receitas disponíveis na internet levam ingredientes como detergente, espuma de barbear ou creme de barbear, isopor, pasta de dente e glitter não biodegradável. E todos eles são itens nocivos ao meio ambiente, em maior ou menor medida.

A cola branca e a cola transparente também costumam fazer parte de receitas convencionais de slime caseiro. Longe de serem naturais, mesmo os produtos não tóxicos não são feitos para entrar em contato direto com a pele delicada dos pequenos. Além disso, ao fazer slime à base de cola, você cria resíduos plásticos que levarão anos para se decompor na natureza.

Por isso, sugerimos aqui algumas receitas de slime naturais e ecológicos. Sim, é possível fazer slime sem usar cola ou produtos químicos agressivos à pele e ao meio ambiente. Com ingredientes sustentáveis e atóxicos, você cria uma atividade superlegal para ser feita em família e ainda ensina para as crianças a importância de cuidar da saúde e do planeta.

Aprenda como fazer slime: passo a passo

1. Slime com farinha de milho

Ingredientes

  • Meia xícara de farinha de milho
  • 1 copo de água
  • Corante alimentar natural (da cor que desejar)
  • Recipiente com tampa
  • Colher para misturar

Modo de preparo

  1. Reserve uma área que você não se importe de sujar ou bagunçar.
  2. Meça meia xícara de farinha de milho e adicione ao recipiente.
  3. Coloque um pouco de corante alimentar em um copo d'água e misture.
  4. Adicione cerca de 10 colheres de água colorida à farinha de milho. Dê uma boa misturada, usando uma colher.
  5. Agora, sua mistura deve estar bastante quebradiça. Lentamente, adicione um pouco mais de água colorida à mistura, uma colher de cada vez, até atingir uma consistência pegajosa e viscosa. Você precisa misturar depois de adicionar cada colher de água. Se o slime estiver muito aguado, basta adicionar um pouco mais de farinha de milho. Se ficar muito seco ou quebradiço, adicione um pouco mais de água.

2. Slime biodegradável

Ingredientes

Modo de preparo

  1. Despeje a água em uma panela e misture o amido de milho até dissolver.
  2. Junte a semente de linhaça ao amido de milho dissolvido e leve a panela para ferver em fogo médio por um minuto. Desligue o fogo e deixe esfriar por alguns minutos. Repita o cozimento e o resfriamento mais algumas vezes, mexendo ocasionalmente e delicadamente, até que as sementes pareçam grossas.
  3. Por fim, transfira para um recipiente de vidro e leve à geladeira por algumas horas ou durante a noite. Se quiser um slime mais espesso, pode misturar mais amido de milho, uma colher de sopa de cada vez, até atingir a consistência desejada.
  4. Com o slime pronto, use ingredientes ecológicos ou biodegradáveis para criar a decoração. Algumas sugestões são glitter ecológico, feijão, flocos de tapioca, ervas, flores, corantes naturais, conchas e o que mais sua imaginação permtiir!

3. Slime de casca de psyllium

Ingredientes

  • Recipiente grande que possa ir ao micro-ondas
  • 1 colher de sopa de casca de psyllium
  • Corante alimentício
  • Água

Modo de preparo

  1. Coloque a casca de psyllium em um recipiente, misture o corante alimentício e acrescente a água. Misture bem.
  2. Ponha a mistura para esquentar no micro-ondas em potência alta por cinco minutos (pare na metade do tempo para mexer e continue em seguida). Fique de olho para garantir que não borbulhe.
  3. Retire a tigela do micro-ondas e espere alguns minutos para manusear a mistura, que estará muito quente. Assim que você começar a mexer, deve se formar uma consistência de gosma.
  4. 4: Brinque com o slime imediatamente, porque a textura não dura tanto tempo. Para um slime mais viscoso, adicione mais água e menos casca de psyllium.

4. Slime de sementes de chia

Ingredientes

  • 1/4 de xícara de sementes de chia
  • 1 xícara de água
  • Corante alimentício
  • 4 xícaras de amido de milho
  • Dois recipientes (um grande e um pequeno. Podem ser um copo e uma tigela de vidro)
  • Colher

Modo de preparo

  1. No copo ou taça, coloque as sementes de chia e a água.
  2. Adicione o corante.
  3. Deixe o slime repousar de um dia para o outro na geladeira.
  4. Vá adicionando o amido de milho, uma xícara de cada vez, até obter a consistência desejada, quando o slime deixar de colar nas mãos. Misture todos os ingredientes. Se necessário, ajuste a quantidade de amido.

Dica extra

Para dar efeito brilhante, você pode adicionar pó de rocha, também chamado de mica. Ou então usar glitter ecológico. Saiba mais detalhes na matéria: "Glitter ecológico: receitas caseiras para brilhar naturalmente".



Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×