Farinha de arroz: benefícios e como fazer em casa

eCycle

A farinha de arroz não contém glúten, faz bem para o fígado e é muito fácil de fazer em casa

farinha de arroz
Imagem editada e redimensionada de Kristiana Pinne, está disponível no Unsplash

A farinha de arroz é uma ótima opção para quem busca fugir do glúten e não sabe por onde começar. Ela pode ser encontrada nas versões refinada e integral, sendo muito utilizada como alimento base no sudeste da Ásia, Japão e sul da Índia.

A farinha de arroz atua como um agente espessante, impedindo a separação de líquidos. Isso permite que ela seja utilizada em sopas; molhos; massas de biscoito, bolos, pizza e tortas. Apesar de alguns pontos negativos, ela pode ser muito benéfica para a saúde. Entenda:

Ela é saudável?

Essa é uma ótima pergunta. Pelo lado positivo, a farinha de arroz é livre de glúten, faz bem para fígado e possui fibras benéficas. Entretanto, principalmente seu formato refinado, é pobre em fibras, minerais, proteínas e tem um elevado índice glicêmico. Isso significa que, assim como outros alimentos refinados e processados, ela pode aumentar os níveis de açúcar no sangue, não sendo indicada para diabéticos e pré-diabéticos.

Além disso, ela não é enriquecida com ácido fólico, como é a farinha comum. O folato é importante porque ajuda a remover a homocisteína do sangue. Esse processo pode diminuir o risco de doença cardiovascular.

Entretanto, alguns estudos mostram que o índice glicêmico de alguns produtos sem glúten foi melhorado pela adição de ingredientes ricos em minerais, como o trigo mourisco - também chamado de sarraceno, não contém glúten naturalmente - ou a farinha de linhaça.

Benefícios da farinha de arroz

É rica em fibra insolúvel

A fibra insolúvel tem a propriedade de formar volume no intestino, o que facilita a eliminação das fezes, prevenindo a constipação intestinal.

Uma dieta rica em fibras também ajuda a reduzir o colesterol e a controlar os níveis de açúcar no sangue, podendo reduzir o risco de doença diverticular, doenças do cólon, diabetes tipo 2 e hipertensão (confira aqui estudo a respeito: 1)

Ótima alternativa sem glúten

O arroz não contém glúten naturalmente, sendo uma alternativa para quem quer evitar esse tipo de proteína que não é bem digerida pelo organismo, para celíacos, intolerantes e sensíveis à glúten.

Entretanto, alguns tipos de farinha de arroz são processadas no mesmo local que alimentos contendo glúten. Esse processo pode contaminar a farinha de arroz com glúten. Por isso, fique atento aos rótulos.

Faz bem para o fígado

A farinha de arroz possui colina. Esse nutriente ajuda a transportar o colesterol e os triglicerídeos do fígado para onde eles são necessários dentro do organismo. Um estudo publicado no International Journal of Experimental Pathology mostrou que uma dieta deficiente em colina e rica em gordura causou fibrose no fígado de camundongos. Dessa forma, por ser rica em colina, a farinha de arroz pode ser uma alternativa saudável para o fígado.

Tipos de farinha de arroz

Existem dois tipos de farinha de arroz: a farinha de arroz integral e a farinha de arroz branco (refinado). O arroz branco nada mais é do que o arroz integral sem sua parte externa. Por isso o arroz integral é mais rico em fibras e nutrientes, como cálcio e zinco.

Conteúdo nutricional

Um copo (158 gramas) de farinha de arroz branco contém:
  • 578 calorias
  • 127g de carboidratos
  • 9,4 g de proteína
  • 2,2 g de gordura
  • 3,8 gramas de fibra
  • 1,9 mg de manganês (95% da Ingestão Diária Recomendada - IDR)
  • 0,7 mg de vitamina B6 (34% da IDR DV)
  • 23,9 mg de selênio (34% da IDR)
  • 4,1 mg de niacina (20% sa IDR)
  • 0,2 mg de tiamina (15% da IDR)
  • 155 mg de fósforo (15% da IDR)
  • 55,3 mg de magnésio (14% da IDR)
  • 1,3 mg de ácido pantotênico (13% da IDR)
  • 0,2 mg de cobre (10% da IDR)
  • 1,3 mg de zinco (8% da IDR)
Um copo (158 gramas) de farinha de arroz integral contém:
  • 574 calorias
  • 121 g de carboidratos
  • 11,4 g de proteína
  • 4,4 g de gordura
  • 7,3 g de fibra
  • 6,3 mg de manganês (317% da IDR)
  • 1,2 mg de vitamina B6 (58% da IDR)
  • 532 mg de fósforo (53% da IDR)
  • 10 mg de niacina (50% da IDR)
  • 0,7 mg de tiamina (47% da IDR)
  • 177 mg de magnésio (44% da IDR)
  • 3,9 mg de zinco (26% da IDR)
  • 2,5 mg de ácido pantotênico (25% da IDR)
  • Cobre de 0,4 mg (18% da IDR)
  • 3,1 mg de ferro (17% da IDR)
  • 457 mg de potássio (13% da IDR)
  • 1,9 mg de vitamina E (9% da IDR)
  • 0,1 mg de riboflavina (7% da IDR)

Como fazer farinha de arroz

A farinha de arroz pode ser facilmente encontrada em mercados, lojas a granel e lojas online. Mas também é possível fazer em casa. Para isso, coloque o arroz cru em um processador, moedor de grãos, ou liquidificador potente até que fique com a consistência de farinha.

Receitas com farinha de arroz

Existem muitas receitas que podem utilizar farinha de arroz. Você pode começar fazendo um a couve-flor empanada:

Ingredientes

  • um pé de couve-flor
  • 4 colheres de sopa de farinha de arroz integral
  • 2 colheres de sopa de linhaça em pó para fazer dois "ovos" (veja a receita aqui)
  • 3 colheres de sopa de água
  • 1 colher de sopa de levedura nutricional
  • 1/2 colher de chá de cebola em pó
  • 1/2 colher de chá de alho granulado
  • 1 pitada de curry
  • 1 pitada de açafrão moído
  • 1 colher de chá de páprica
  • Sal, pimenta e azeite a gosto

Modo de preparo

Pré-aqueça o forno e unte a forma com azeite. Pulverize uma assadeira com azeite. Coloque a linhaça em pó com a água (apenas três colheres de água) e leve ao fogo baixo até ferver. Em outra tigela, misture a farinha de arroz, a levedura nutricional, o curry, o açafrão, a cebola, o alho, o sal e a pimenta.

Molhe a couve-flor em pedaços nos ovos de linhaça de modo que a "clara" fique bem espalhada por todo o vegetal. Em seguida, passe os talinhos na mistura seca de farinha de arroz e coloque para assar em fogo médio. Quando dourar, sirva à vontade.


Fonte: Dr. Josh Axe, DC, DMN, CNS, PubMed e Nutrition Data

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail