Como fazer limpeza do fígado

eCycle

Adoção de uma dieta com determinados alimentos ajuda a fazer a limpeza do fígado

Limpeza no fígado
Imagem editada e redimensionada de Florencia Potter, está disponível no Unsplash

A limpeza do fígado é uma prática de prevenção de problemas nesse órgão. Ela consiste, basicamente, na ingestão de alimentos benéficos para o fígado, mas não substitui tratamentos convencionais. Entenda:

Por que fazer a limpeza do fígado?

O fígado é o órgão que elimina as toxinas do corpo, armazena a gordura dos alimentos, produz o colesterol e o utiliza para fabricar componentes da bile (que nos ajuda a desintoxicar). Fatores como aumento de estresse, consumo de álcool, cigarro, excesso de proteínas e má nutrição enfraquecem as funções do fígado, fazendo com que o corpo acumule gordura e outras toxinas que prejudicam a saúde e atrapalham a manutenção de um peso saudável. Por isso, é importante fazer o limpeza do fígado com a ingestão de determinados tipos de alimentos.

No dia a dia, se não prestarmos atenção, por conta da respiração, alimentação, ingestão de água e de medicamentos, entre outros, o corpo pode absorver uma infinidade de resíduos. Com o tempo, esses resíduos se acumulam, fazendo com que os órgãos eliminadores se tornem incapazes de fazer a limpeza do organismo. O corpo já não é capaz de se livrar de resíduos nocivos, endógenos e exógenos, começam a aparecer sintomas que indicam a necessidade de uma desintoxicação.

A pessoa pode começar a se sentir cansada, notar uma queda de cabelo anormal, perda de apetite, insônia, fraqueza, unhas quebradiças e falta de energia. Se o fígado estiver preguiçoso, os metabólitos tóxicos que são liberados na corrente sanguínea podem até mesmo afetar o funcionamento do cérebro, provocando oscilações de humor desagradáveis, depressão, e afetar a concentração e a memória.

O tratamento para gordura no fígado pode ser visto como um processo permanente e não apenas como opção para quando já há um problema instalado. Ingerir alimentos bons para o fígado e adotar uma dieta para gordura do fígado, ou seja, focada em reduzir a gordura do fígado, são partes importantes do equilíbrio das funções naturais do corpo. Consumir alimentos que desintoxicam o fígado, principalmente após os excessos do fim de semana, por exemplo, é essencial para manter sua saúde e deve ser feito periodicamente. Fazer dietas para gordura do fígado de vez em quando é saudável, ajuda na redução de calorias e ainda fornece uma quantidade significativa de antioxidantes essenciais. Conheça alimentos que você pode incluir na sua dieta e que funcionam como opção continuada ou complementar de tratamento para gordura do fígado:

Limpeza no fígado

A limpeza do fígado deve ser realizada com uma dieta com pouca gordura, com alimentos de fácil digestão e muita água - gelatina de ágar ágar, arroz e cenoura são boas pedidas. Aposte nos vegetais crucíferos, como brócolis, couve-flor, couve-manteiga, nabo e repolho, que contêm uma substância chamada sulforafano, capaz de estimular a atividade de enzimas desintoxicantes do fígado.

Em relação à forma de preparação, os alimentos bons para o fígado devem ser, sempre que possível, cozidos. Deve-se evitar as bebidas alcoólicas, os óleos e as gorduras para não agravar os sintomas de problemas do figado, como a dor abdominal, evitando a inflamação do órgão.

Alimentos bons para o fígado

Uvas

As uvas, juntamente com outras plantas, possuem um poderoso antioxidante, o resveratrol. Essa substância tem demonstrado os seus efeitos saudáveis sobre a saúde cardiovascular e a gordura do fígado. O resveratrol ajuda a manter um melhor metabolismo e a saúde do fígado.

Alho

Rico em cinarina, que estimula a produção de bílis, é um dos alimentos que ajudam a fazer a limpeza no fígado. Contém enxofre, que ativa as enzimas hepáticas responsáveis pela desintoxicação das toxinas, e selênio, que é um poderoso antioxidante, muito benéfico para o fígado.

Abacate

Rico em vitamina B6, vitamina C, vitamina E, potássio, magnésio e ácido fólico, o abacate tem substâncias químicas que ajudam a reduzir os danos ao fígado, ajudando o corpo a produzir um antioxidante conhecido como glutationa, usado pelo fígado para filtrar resíduos e substâncias prejudiciais.

Cúrcuma

Também conhecida como açafrão-da-terra, a cúrcuma possui grandes propriedades anti-inflamatórias, o que evita a formação de úlceras e doenças inflamatórias intestinais, ajudando o fígado no seu trabalho de desintoxicação e prevenindo os danos dos radicais livres.

Chá verde

Entre as muitas propriedades do chá verde encontra-se a de reduzir o acúmulo de gordura do fígado. Diferentes estudos evidenciam que o chá verde protege as células do fígado, além de estimular o sistema imunológico. As catequinas, poderosos antioxidantes presentes no chá verde, protegem o fígado dos efeitos do consumo de álcool, tabaco e outras substâncias nocivas.

Dente-de-leão

Segundo estudos que demonstram as propriedades terapêuticas do dente-de-leão no fígado, a planta trata com êxito a hepatite, o inchaço do fígado, a icterícia e a indigestão em pessoas com uma produção inadequada de bílis. As folhas de dente-de-leão podem ser consumidas frescas, em saladas ou em chá.

Limão

Além de rico em vitamina C, o limão é famoso por ajudar no processo digestivo e na eliminação de toxinas.

Alcachofra

Fornece cinarina, desintoxica e promove a remoção de resíduos. É útil para restaurar o fígado em caso de insuficiência e lesão hepática, de doenças hepáticas e de cálculos biliares. A alcachofra pode ser tomada sob a forma de cápsulas de planta seca.

Também é possível enriquecer a limpeza com outros alimentos e suplementos que contenham os nutrientes ômega 3, vitamina B6, vitamina C, vitamina E, vitamina A e magnésio, pois eles ajudam o fígado. Se possível, compre produtos locais e da estação, que sejam frescos e livres de conservantes químicos.

Sugestão de dieta para limpeza de gordura no fígado

  • Em jejum: água e limão;
  • Café da manhã: frutas com aveia e leite de soja (em vez de leite de vaca) e uma xícara de chá de dente-de-leão;
  • Lanche: suco de maçã centrifugado e beba bastante água ao longo do dia;
  • Almoço: arroz cozido e uma porção de vegetais crus ou cozidos temperado apenas com azeite de oliva e limão;
  • Lanche: uma fruta (mamão, laranja, abacaxi);
  • Jantar: peixe azul ou salmão no vapor, acompanhado de aspargos. Alternativamente: dois ovos cozidos e brócolis cozido no vapor;
  • Antes de ir dormir: chá de dente-de-leão ou chá verde.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail