Gengivite: o que é e como tratar

eCycle

Gengivite é uma infecção bacteriana na gengiva que pode evoluir para quadro grave. Veja como se prevenir

gengivite
Imagem de Nhia Moua no Unsplash

A gengivite é uma inflamação na gengiva causada por infecção bacteriana. Se não tratada, ela pode evoluir para uma infecção mais grave, conhecida como periodontite.

A gengivite e a periodontite são as principais causas de perda dentária em adultos, de acordo com a American Dental Association. É preciso se prevenir das infecções dentárias, pois além de serem prejudiciais à saúde, elas acabam custando muito caro. Entenda o que causa gengivite, como se prevenir e tratar a doença.

O que causa gengivite

A gengiva prende os dentes numa parte profunda que não vemos. Nessa parte, abaixo da borda das gengivas, há pequenos espaços chamados sulcos. Nessas espaços, podem se acumular alimentos e placa bacteriana, facilitando o aparecimento de infecções.

A placa é um biofilme de bactérias que se forma constantemente na superfície dos dentes. À medida que a placa cresce, ela endurece e se torna tártaro. Quando a placa cresce abaixo da linha da gengiva, pode aparecer uma infecção que, se não tratada, pode separar as gengivas dos dentes. Isso causa danos ao tecido mole e ao osso que suporta os dentes. O dente pode ficar solto e instável. Se a infecção progride, pode haver perda dentária ou necessidade de remoção do dente.

Fatores de risco para a gengivite

São fatores de risco para a gengivite:

  • Fumar ou mascar tabaco;
  • Diabetes;
  • Medicamentos, como anticoncepcionais orais, anti-convulsivantes, esteroides, bloqueadores de canais de cálcio e quimioterapia;
  • Dentes tortos;
  • Aparelhos dentários mal encaixados;
  • Gravidez;
  • Genética;
  • Imunidade comprometida, como no caso de Aids

Quais são os sintomas da gengivite

Muitas pessoas não sabem que possuem gengivite. É possível estar com a gengiva doente sem sentir qualquer sintoma. Entretanto, a gengivite pode apresentar sintomas como:

  • Gengiva vermelha, mole ou inchada;
  • Sangramento ao escovar ou passar fio dental;
  • Gengiva afastada dos dentes;
  • Perda dentária;
  • Mudança no encaixe nos dentes ao morder (má oclusão);
  • Pus entres os dentes e a gengiva;
  • Dor ao mastigar;
  • Dentes sensíveis;
  • Próteses parciais que já não se encaixam mais;
  • Mau hálito que não passa com a escovação.

Como diagnosticar a gengivite

Durante a consulta odontológica, a gengiva será examinada com uma pequena régua. Esse exame mostra se há inflamação. Uma profundidade normal é de um a três milímetros. Seu dentista também pode solicitar radiografias para verificar a perda óssea.

Se houver diagnóstico de gengivite, a pessoa pode ser encaminhada para um periodontista, que é um dentista especializado no tratamento de doenças da gengiva, como a própria gengivite.

Como tratar gengivite

Para tratar a gengivite pratique uma higiene bucal adequada, reduza o consumo de tabaco e controle a diabetes. Outros tratamentos incluem:

  • Limpeza dentária profunda com o dentista;
  • Medicamentos antibióticos;
  • Cirurgia;
  • Remédios caseiros. Para conhecer várias opções de remédio caseiro para gengivite, dê uma olhada na matéria: "Dez opções de remédio caseiro para gengivite".

Como se prevenir da gengivite?

A gengivite pode ser evitada com uma higienização bucal adequada. Manter uma alimentação balanceada, visitar o dentista regularmente, passar fio dental diariamente e escovar os dentes pelo menos duas vezes ao dia também ajudam a prevenir gengivite.


Fonte: Healthline

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail