O que é ritmo circadiano?

eCycle

O ritmo circadiano regula todo o funcionamento do corpo humano e de outros seres vivos

ritmo circadiano
Imagem de Jon Asato no Unsplash

Ritmo circadiano ou ciclo circadiano, do latim circa (cerca de) e diem (dia), é o período de cerca de 24 horas sobre o qual o ciclo biológico de quase todos os seres vivos se baseia. O ritmo circadiano é influenciado pela luz, temperatura, movimento das marés, ventos, dia e noite. Ele regula a atividade física, química, fisio e psicológica do organismo, influenciando a digestão, o estado de vigília, sono, regulação das células e temperatura corporal.

Tipos de ritmos biológicos

Existem quatro tipos de ritmo biológico:
  • Ritmo circadiano: o ciclo de 24 horas, que inclui ciclos fisiológicos e comportamentais, como dormir;
  • Ritmo diurno: o ritmo circadiano sincronizado com o dia e a noite;
  • Ritmo ultradiano: ciclo biológico com um período mais curto e frequência maior que o ritmo circadiano;
  • Ritmo infradiano: ritmo biológico que dura mais de 24 horas, como um ciclo menstrual.
O ritmo circadiano regula fatores como:
  • Horário de sono
  • Apetite
  • Temperatura corporal
  • Níveis hormonais
  • Estado de alerta
  • Pressão sanguínea
  • Metabolismo

Fatores externos que interferem no ritmo circadiano costumam ser a exposição à luz azul de aparelhos eletrônicos como celulares e computadores em horários inadequados (saiba mais sobre esse tema na matéria: "Luz azul: o que é, benefícios, malefícios e como lidar"), drogas e cafeína.

Distúrbios associados à alteração no ritmo circadiano

Alguns distúrbios decorrem de alterações no ritmo circadiano, incluindo:

  • Distúrbios do sono: o corpo é "programado" biologicamente para dormir durante a noite. Interrupções nos ritmos naturais do organismo podem prejudicar o sono, causando distúrbios como insônia;
  • Disritmia circadiana (jet lag): um distúrbio no ritmo circadiano causado por viagens durante a noite ou através dos fusos horários;
  • Transtornos do humor: a falta de exposição ao sol pode levar a condições como depressão, transtorno bipolar e transtorno afetivo sazonal (TAS);
  • Transtornos de trabalho: quando uma pessoa trabalha fora do dia típico de trabalho, ou quando trabalha durante a noite, causando mudanças no ritmo circadiano.

Consequências causadas por alterações no ritmo circadiano

A desregulação no ritmo circadiano pode causar problemas como:
  • Ansiedade
  • Sonolência diurna
  • Depressão
  • Menor desempenho no trabalho
  • Maior propensão a acidentes
  • Falta de agilidade mental
  • Aumento do risco de diabetes e obesidade

Alguns dos erros humanos mais significativos do mundo aconteceram durante o trabalho noturno. Exemplos emblemáticos incluem o desastre de Chernobyl e o acidente na Three Mile Island.

Do ponto de vista biológico, o corpo é feito para dormir durante a noite. É por isso que a humanidade não tem adaptações como visão noturna e olfato e audição aprimorados como os dos animais noturnos.

Quem tem maior risco de desenvolver distúrbios do ritmo circadiano?

Aqueles que fazem turnos de trabalho alternados ou que trabalham fora das 9 e das 17 horas, têm maior risco desenvolver distúrbios do ritmo circadiano. Exemplos de profissões que envolvem trabalho com turnos alternados incluem:

  • Profissionais de saúde;
  • Motoristas, pilotos e outros do transporte;
  • Preparadores e servidores de alimentos;
  • Policiais;
  • Bombeiros.

Uma pesquisa descobriu que apenas 63% dos trabalhadores sentem que seu trabalho lhes permite dormir o suficiente. A mesma pesquisa também mostrou que de 25% a 30% dos trabalhadores que trabalham em turnos alternados têm episódios de sonolência excessiva ou insônia.

Outros grupos de pessoas que correm o risco de desenvolver distúrbios do ritmo biológico incluem pessoas que viajam através dos fusos horários com frequência ou que moram em lugares que não têm tantas horas de luz durante o dia, como o Alasca.

Como diagnosticar distúrbios do ritmo biológico

Para haver o diagnóstico adequado de distúrbios do ritmo biológico é preciso consultar uma médica ou médico, que normalmente fará as seguintes perguntas:

  • Quando você notou seus sintomas pela primeira vez?
  • Existem atividades que pioram seus sintomas? Ou que melhoram?
  • Como seus sintomas afetam você?
  • Quais medicamentos você está tomando?

Como tratar os distúrbios do ritmo biológico

Os tratamentos para distúrbios do ritmo circadiano variam de acordo com cada caso. Sintomas de jet lag, por exemplo, geralmente são temporários e não precisam de tratamento médico. Mas nos casos de distúrbios do ritmo circadiano causados por trabalhos insalubres, transtornos mentais e mudanças no estilo de vida, um tratamento médico pode ajudar.

Como se prevenir de distúrbios do ritmo biológico

Entender os distúrbios do ritmo biológico pode ajudar a identificar e a lidar com os seus sintomas. Mas mais importante é preveni-los tomando algumas providências como:

  • Evitar substâncias que afetam o sono pelo menos até às 16h, incluindo cafeína, álcool e nicotina;
  • Consumir bebidas frias, como chá gelado ou água;
  • Manter um horário regular de sono sempre que possível;
  • Se expor à luz natural do sol;
  • Tirar sonecas de dez a 15 minutos depois do almoço;
  • Se estiver dentro de casa, abrir as janelas e, se necessário, ligar as luzes;
  • Evitar luzes artificiais ao entardecer e durante a noite, principalmente a luz azul (aquela dos celulares, computadores e lâmpadas LED brancas, por exemplo). Conheça melhores maneiras de lidar com a luz azul na matéria: "Luz azul: o que é, benefícios, malefícios e como lidar".

Fonte: Healthline


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail