Chá de alecrim: para que serve?

eCycle

Chá de alecrim serve para tratar diversas doenças, mas pode causar efeitos colaterais

chá de alecrim
Imagem de MonikaP por Pixabay

O alecrim é uma erva aromática comum na região do Mediterrâneo. Com folhas estreitas, pontiagudas e caule lenhoso, apresenta flores azuis e formato de arbustos (que pode chegar a dois metros de altura), o alecrim é considerado uma planta da família Lamiaceae, como menta, lavanda e orégano. O chá de alecrim é o método mais comum de consumir a erva. Além do aroma, o sabor também agrada muitas pessoas.

O chá de alecrim contém propriedades que geram inúmeros benefícios para o organismo. Ele serve para melhorar a digestão e a função cognitiva, prevenir o câncer, tratar problemas de pele, reduzir inflamações e aliviar a dor associada a elas, diminuir a ansiedade e para melhorar a função hepática e a saúde do cabelo. Entretanto, existem alguns efeitos colaterais de seu uso excessivo, como vômitos, náuseas e espasmos, além de contrações uterinas, tornando-o perigoso para uso durante a gravidez.

Propriedades do chá de alecrim

O chá de alecrim é muito conhecido em decorrência das propriedades que apresenta. Ele é antisséptico, estimulante, expectorante, diurético, descongestionante e relaxante muscular. Os principais benefícios do chá de alecrim estão associados à presença de compostos ativos na planta, como:

  • Borneol;
  • Cânfora;
  • Pineno;
  • Cineol;
  • Mirceno.

Para que serve o alecrim

Cuidados com a pele

Os compostos encontrados no chá de alecrim servem para melhorar a aparência da pele, graças às suas propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e estimulantes. Estudos que analisaram os efeitos do chá de alecrim sobre o eczema, concluíram que o aumento do fluxo sanguíneo e os efeitos anti-inflamatórios ocasionados pelo consumo de chá de alecrim diminuíram ou eliminaram os sintomas dessa condição comum na pele.

Circulação sanguínea

O chá de alecrim é conhecido por ser uma substância estimulante para o sistema circulatório, já que tem propriedades anticoagulantes - semelhantes às da aspirina - que podem melhorar o fluxo sanguíneo. Isso pode fornecer um impulso de energia e melhorar a capacidade do organismo de fazer a automanutenção e oxigenação das extremidades do corpo.

Função cognitiva

Certos compostos antioxidantes encontrados no alecrim, tais como o ácido carnósico, estimulam a memória e protegem os caminhos neurais de substâncias nocivas, o que contribui para a função cognitiva.

Digestão

As propriedades antiespasmódicas e carminativas do chá de alecrim o tornam ideal para pessoas que sofrem de indigestão, constipação, inchaço e cãibras. Ele serve para melhorar problemas digestivos e a absorção de nutrientes, aliviando a inflamação no intestino.

Previne o câncer

Por ser rico em antioxidantes, o chá de alecrim neutraliza os radicais livres - os subprodutos naturais do metabolismo celular que podem causar mutação celular e câncer. O ácido rosmarínico, o ácido cafeico e o carnosol presentes no alecrim foram associados à redução das taxas de crescimento do câncer, principalmente o câncer de mama.

Anti-inflamatório

O ácido carnósico presente no alecrim reduz os níveis de ácido nítrico - um agente desencadeante de inflamação - no corpo. Em combinação com outros compostos antioxidantes e anti-inflamatórios, esse componente pode ajudar as pessoas que sofrem de artrite, dores de cabeça, dor muscular, hemorroidas e hipersensibilidade a alérgenos.

Analgésico

O chá de alecrim possui substâncias capazes de aliviar a dor. O salicilato - um composto bastante parecido com a aspirina - é uma dessas substâncias. Se você está se recuperando de uma doença, cirurgia, lesão ou possui dor crônica, o chá de alecrim pode te ajudar.

Cuidado capilar

Muitas pessoas utilizam o chá de alecrim para melhorar a saúde do cabelo. Para isso, basta aplicar e esfregar chá de alecrim no couro cabeludo e nos fios. As propriedades antibacterianas do alecrim reduzirão as caspas e a queda capilar.

Fígado

Uma pesquisa mostrou que o alecrim pode melhorar a saúde e a função do fígado - e também desintoxicar o corpo estimulando a micção. Isso ajuda o corpo a eliminar as toxinas mais rapidamente e aliviar a tensão em vários órgãos.

Relaxante

O chá de alecrim também é um ótimo relaxante. O alecrim contém substâncias que ajudam a diminuir os níveis de hormônios do estresse, sobre os quais também atuam as propriedades analgésicas do salicilato.

Como preparar o chá de alecrim?

É muito fácil preparar o chá de alecrim. Para isso, misture uma colher de sopa de ramos de alecrim (folhas e hastes) em uma xícara de água fervente e deixe por dez minutos. Em seguida, filtre (se desejado) e o chá estará pronto para ser consumido. Se você não dispuser dos ramos do alecrim, utilize sachês em pó. O óleo essencial de alecrim também é um ótimo meio de obter seus benefícios, uma vez que concentra os princípios ativos do alecrim.

Efeitos colaterais do chá de alecrim

O consumo de chá de alecrim pode causar reações alérgicas, distúrbios gastrointestinais, contrações uterinas, vermelhidão na pele, distúrbios hemorrágicos e até mesmo convulsões, principalmente se consumido em grandes quantidades. No entanto, não deverão ocorrer efeitos colaterais se a ingestão de chá de alecrim for limitada a uma ou duas xícaras por dia.

  • Gravidez - Alguns dos compostos encontrados no chá de alecrim podem estimular a menstruação, que é perigosa durante a gravidez, particularmente nos dois primeiros trimestres, podendo resultar em abortos espontâneos, hemorragia uterina ou parto prematuro. Além disso, mulheres que amamentam devem evitar esse chá, pois algumas substâncias voláteis presentes no alecrim podem passar para a criança por meio do leite materno.
  • Convulsões - Alguns princípios ativos do chá de alecrim podem exacerbar convulsões de pessoas com pré-disposição a tê-las. Se você possui algum distúrbio convulsivo converse com seu médico antes de consumir o chá de alecrim.
  • Problemas de estômago - Alguns dos efeitos colaterais mais comuns provenientes do consumo de chá de alecrim são náuseas, vômitos, inflamação do intestino e hemorroida. Entretanto, esses quadros só costumam ocorrer quando são ingeridas grandes quantidades do chá de alecrim.
  • Alergia a aspirina - Um dos produtos químicos encontrados no chá de alecrim, o salicilato, é muito parecido com a aspirina, e se você é alérgico a aspirina, seu corpo pode responder de forma semelhante. Então procure conversar com seu médico sobre essa questão antes de consumir o chá de alecrim.
  • Hemorragia - Se você sofre de uma desordem hemorrágica, a natureza anticoagulante do chá de alecrim pode piorar sua condição. Sendo assim, visite seu médico antes de consumir o chá de alecrim.


Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×