Tuberculose: o que é, sintomas e tratamento

eCycle

Tosse constante e catarro são sintomas da tuberculose, doença infecciosa que pode ser fatal

tosse

A tuberculose é uma doença infecciosa causada principalmente pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, também conhecida como bacilo de Koch. Essa bactéria ataca principalmente os pulmões, mas em casos raros também pode infectar outros órgãos, como ossos, rins, pele, intestino, laringe e as membranas que envolvem o cérebro.

A tuberculose é transmissível por vias aéreas, ou seja, por meio de minúsculas gotas que são expelidas pela respiração, pelos espirros e pela tosse. No Brasil, a tuberculose é um problema de saúde pública significativo. Por ano, são notificados 70 mil novos casos, dos quais 4,5 mil acabam em mortes em decorrência da tuberculose. Mas também é possível entrar em contato com os micro-organismos causadores da infecção e não desenvolver os sintomas da tuberculose.

Sintomas da tuberculose

  • Tosse por mais de duas semanas
  • Catarro
  • Febre
  • Suor em excesso
  • Perda de peso
  • Falta de apetite

Além desses sintomas, quando a tuberculose está em um nível mais avançado, o escarro pode conter sangue. Ao apresentar alguns desses sintomas, é preciso buscar um posto de saúde o mais rapidamente possível. No Brasil, é possível fazer o tratamento sem custo na rede pública de saúde e a tuberculose tem cura.

Diagnóstico

A principal forma de diagnosticar a tuberculose é por meio da análise do escarro.

É um método simples, rápido, barato e seguro no qual é colhida uma pequena quantidade de escarro para a análise. Mas a tuberculose também pode ser diagnosticada via radiografia ou prova tuberculínica.

A prova tuberculínica consiste em introduzir no organismo do indivíduo com suspeita de tuberculose uma parte proteica do corpo da bactéria que transmite a tuberculose e analisar a resposta imunológica do organismo.

Tratamento da tuberculose

O tratamento convencional da tuberculose consiste basicamente na administração de antibióticos. É importante seguir o tratamento à risca para que as bactérias não criem resistência ao medicamento, prejudicando o processo de cura.

Apesar deste ser o tratamento convencional, um compilado de estudos publicado pela Alternative Medicine Review também mostra que o óleo essencial de eucalipto pode contribuir com o processo de cura.

De acordo com o estudo, inalar o vapor de algumas gotas de óleo essencial de eucalipto numa bacia de água e com uma toalha tampando a cabeça proporciona benefícios antimicrobianos contra a bactéria da tuberculose. Além disso, o vapor do óleo essencial de eucalipto tem efeito imunoestimulante, anti-inflamatório, antioxidante, analgésico e melhora a atividade das células defensoras do sistema imune. Mesmo assim, é fundamental procurar uma médica ou médico e seguir o tratamento indicado.

Prevenção

Prevenir é essencial no combate à tuberculose.

A pessoa que teve tuberculose e se curou precisa continuar a manter bons hábitos de saúde. Isto porque os micro-organismos causadores da tuberculose podem ficar "adormecidos" no corpo e causarem tuberculose novamente com alguma queda no desempenho do sistema imunológico do portador das bactérias.

Hábitos e condições de vida saudáveis contribuem, e muito, para evitar o desenvolvimento de um quadro de tuberculose.

As pessoas mais pré-dispostas a desenvolverem formas mais graves de tuberculose são diabéticos e portadores de HIV. No caso da diabetes, há uma tendência das bactérias adquirirem resistência aos medicamentos convencionais.

Para manter o sistema imunológico no saldo positivo, é preciso ter condições de manter bons hábitos de alimentação, respeitar a hora do sono, evitar o abuso de cigarro, álcool e drogas, não consumir medicamentos que afetam o sistema imune, evitar estresse e praticar atividades físicas.

Confira a matéria "Oito passos simples para uma vida mais saudável".


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail