Conjuntivite: causas, sintomas e tratamento

eCycle

É importante conhecer os sintomas de conjuntivite para poder se prevenir

Olho, conjuntivite

A conjuntivite é uma inflamação na conjuntiva, uma membrana que cobre a parte branca dos nossos olhos - o problema deixa os olhos vermelhos e com secreção. Geralmente apenas um olho é afetado, mas a conjuntivite pode ocorrer nos dois olhos, especialmente quando se esfrega o olho afetado e depois se coloca a mão que está saudável.

Os três tipos de conjuntivite

Conjuntivite viral

A conjuntivite viral é altamente contagiosa e é causada por um micro-organismo que infecta a membrana que reveste o olho, causando dor, vermelhidão e secreção.

Conjuntivite bacteriana

A conjuntivite bacteriana é altamente contagiosa e seus sintomas são mais intensos; a secreção é mais espessa, semelhante ao pus.

Conjuntivite alérgica

A conjuntivite alérgica não é transmissível e afeta pessoas que são propensas a terem alergias, como as pessoas que sofrem de rinite e bronquite, geralmente ocorre no outono ou primavera, quando há muito pólen espalhado pelo ar. A conjuntivite alérgica pode ser causada também pelo efeito adverso de alguns medicamentos.

Outras causas para a conjuntivite podem ser a poluição, a fumaça, o cloro da piscina, produtos de limpeza, maquiagens ou objetos compartilhados.

Principais sintomas de conjuntivite

Os sintomas de conjuntivite variam de acordo com o tipo da doença.

Conjuntivite causada por vírus ou bactérias:

  • Sensação de poeira no olho;
  • Queimação no olho;
  • Vermelhidão;
  • Remela nos cílios, principalmente ao acordar;
  • Íngua na região em volta do ouvido;
  • Secreção purulenta ou esbranquiçada.

Conjuntivite alérgica:

  • Vermelhidão no olho;
  • Coceira intensa;
  • Pálpebras secas e doloridas;
  • Espirros, coriza ou nariz entupido.

Prevenção

Existem algumas medidas que podem ser tomadas para que você se previna de pegar conjuntivite, confira:
  • Não use a maquiagem de outras pessoas e não empreste as suas;
  • Evite compartilhar toalhas de rosto;
  • Não use medicamentos (pomadas e colírios) sem prescrição médica;
  • Lave as mãos com frequência e não as coloque nos olhos;
  • Use óculos de mergulho para nadar;
  • Evite nadar em praias impróprias para banho e piscinas que não estejam devidamente tratadas;
  • Não use lentes de contato enquanto estiver com conjuntivite, mesmo se estiver usando colírios ou pomadas;
  • Evite exposição a fumaça ou pólen;
  • Evite coçar os olhos para diminuir a irritação;
  • Lave a mão antes e depois do uso de colírios e pomadas. Não encoste o frasco do colírio ou da pomada no olho.

Como tratar conjuntivite

Para cada tipo de conjuntivite há um tratamento específico. No caso da conjuntivite bacteriana, o tratamento inclui o uso de antibióticos e colírios prescritos por um médico. Os corrimentos de pus devem ser removidos diariamente das pálpebras com algodão hidrófilo úmido com água fria, com a limpeza partindo do lado externo ao interno de cada olho. Para a conjuntivite viral, ainda não existem medicamentos eficazes, mas ela pode ser tratada mantendo o olho limpo e umedecido. No caso da conjuntivite alérgica, ela pode ser tratada por meio de anti-histamínicos - o ideal é identificar o causador da alergia e evitar o contato ou exposição.

Cuidado!

Se você suspeitar que está com conjuntivite, procure atendimento médico, pois só um/a profissional poderá diagnosticar e passar os remédios para tratar corretamente a conjuntivite. Existem colírios que se utilizados podem agravar mais ainda o problema.



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail