Azeite de oliva: benefícios dos diferentes tipos

eCycle

Pense duas vezes antes de recusar o azeite de oliva na salada da próxima vez

Azeite de oliva, azeite de oliveira, ou simplesmente azeite é um óleo vegetal extraído da azeitona. Além de ser muito saudável para o organismo, o azeite de oliva pode até ser utilizado na pele e no cabelo. Mas tem gente que não conhece seus diversos benefícios, muito menos a diferença de um azeite para outro (azeite extravirgem, azeite virgem, azeite puro e azeite light). O azeite de oliva é a prova de que existe gordura saudável.

Em geral, o azeite de oliveira traz inúmeros benefícios para o nosso corpo. Será que você saberia dizer quais são eles? Confira abaixo os diferentes tipos de azeite e conheça-os para poder fazer a melhor escolha de acordo com suas necessidades:

Azeite de oliva extravirgem

O azeite extravirgem de oliveira é um azeite de alta qualidade e que proporciona muitos benefícios à saúde. O processo utilizado para extraí-lo é o "com pressão", em que não há aquecimento. É o azeite mais saudável, pois possui antioxidantes e acidez de até 1%. É recomendável para molhos de salada e pratos quentes.

Além de tudo, o consumo regular do azeite extravirgem é benéfico em outros aspectos: não acumula gordura na barriga, protege dos raios ultravioletas, melhora a digestão, reduz dores e inflamações e, ainda por cima, colabora na absorção de cálcio pelos ossos.

Azeite virgem

O azeite virgem de oliveira passa quase pelo mesmo processo, mas tem até 2% de acidez e possui um sabor mais leve. É preparado num processo mais maduro das prensagens da oliva e de seus demais óleos. É ideal para pratos frios.

Azeite de oliva puro

O azeite "natural", cuja embalagem apresenta apenas a descrição "azeite", é uma mistura de azeite refinado e azeite virgem, de acordo com Eryn Balch, da Associação de Azeite de Oliva da América do Norte. Isso ocorre porque, às vezes, a qualidade original do azeite de oliveira não é tão boa quanto a do extravirgem ou a do virgem, então ele precisa ser refinado para remover os odores e sabores ruins, além de ser misturado com o azeite virgem.

Devido ao calor presente no processo de extração, esse tipo de azeite possui menos antioxidantes, mas contém as mesmas gorduras monoinsaturadas dos outros tipos de azeite. Essa variedade costuma ser recomendável para frituras.

Azeite de oliva light

Mesmo que o nome sugira ser algo menos calórico, esse tipo de azeite possui a mesma quantidade de calorias e a mesma quantidade de gorduras que os outros tipos de azeite. O nome dele está mais relacionado ao gosto do que às suas propriedades. É recomendável usá-lo para grelhar alimentos e também para frituras.

Qual é o mais saudável?

Essa questão é complicada de se responder. Todos esses tipos de azeite possuem quase as mesmas quantidades de calorias e gorduras. Os que promovem mais benefícios para a saúde são o azeite extravirgem e o virgem. De acordo com a FitSugar, o extravirgem possui níveis mais elevados de vitamina A, vitamina E, clorofila e magnésio. Entretanto, o cozimento deles pode destruir uma parte dos componentes benéficos.

De acordo com reportagem publicada no jornal Food Research International, cozinhar com azeite de oliveira pode degradar os antioxidantes ativos, sendo melhor usar óleo vegetal de girassol, que é mais barato.

Além de tudo, há outra questão muito importante, pois o azeite extravirgem que consumimos pode não ter as propriedades que se pensa. Alguns anos atrás, estudos comprovaram que uma das maiores marcas de azeite extravirgem nos EUA não reconhecia as normas estabelecidas pelo registro europeu. A Comissão de Comércio Internacional dos EUA publicou uma reportagem dizendo que as normas internacionais do azeite extravirgem abordavam qualidades forçadas para fortalecer a comercialização. Então é sempre bom reforçar os cuidados com as informações que a indústria nos passa, para que assim não sejamos enganados.

Aplicação de azeite na pele seca

azeite na pele seca atua como um hidratante. Quando sua pele estiver apresentando sintomas de ressecamento, aplique uma gota de azeite de oliva na região ressecada e espalhe com movimentos circulares.

azeite de oliva também é um aliado natural na limpeza doméstica. Para saber como usá-lo para esse fim, dê uma olhada na matéria: "Cinco truques domésticos para usar o azeite de oliva como produto de limpeza".

Aplicação de azeite na pele oleosa

Até mesmo quem possui a pele oleosa pode utilizar azeite de oliva. Basta misturar meia xícara de chá de argila com água (vá colocando as gotas de água aos poucos para não passar do ponto de pasta) até que se obtenha uma pasta grossa.

Depois, acrescente dez gotas de óleo essencial de melaleuca e duas colheres de sopa de azeite de oliva. Misture bem e aplique no rosto, antes de dormir, por 20 minutos. Lave com água.

Azeite de oliva no cabelo

A gordura presente no azeite evita que o cabelo se resseque e atua como um filme hidratante para os fios. Se o seu cabelo precisa de uma hidratação pesada, misture meia xícara de azeite de oliva com meia xícara de óleo de coco e aplique por todo o couro cabeludo e cabelos. Deixe agir por 30 minutos e enxágue bem.

Demaquilante

O azeite de oliveira também funciona como uma ótimo demaquilante. Para isso, basta pingar duas gotas de óleo essencial de lavanda em duas colheres de azeite de oliva e aplicar com algodão no local onde se deseja retirar a maquiagem.

Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail