Ceramida é hidratação ou nutrição?

eCycle

A ceramida potencializa a hidratação dos cabelos, nutre e dá mais brilho aos fios ressecados, e também à pele

ceramida
Imagem de Daniel Apodaca, está disponível no Unsplash

A ceramida é um lipídio composto por álcool insaturado de 18 carbonos esfingosina e um ácido graxo de cadeia longa, unido mediante uma ligação amida. Ela funciona como uma barreira de proteção natural e também como um cimento que mantém a integridade dos fios do cabelo, ajudando a manter as cutículas da fibra capilar abaixadas e mais unidas, o que causa brilho. Vamos explicar mais detalhadamente.

A ceramida pode ser obtida em laboratório e possui o nome químico "N-stearoyl-phytosphingosine", ou "Ceramida-3", ou ainda "Ceramidas III", e é idêntica à produzida pelo corpo humano, altamente pura e segura.

Uma analogia

A estrutura do fio de cabelo é parecida com a de um tronco de árvore em muitos aspectos. Mas, se fosse uma planta, em vez de possuir uma casca em sua superfície, possuiria escamas, como as de um peixe. Pode parecer estranho, mas daqui a pouco você vai entender.

No interior do cabelo, existe o córtex que, como no reino vegetal, se for danificado, vai demorar para se recuperar. E como uma planta sofre quando exposta a muita luz solar ou pouca água, demonstrando claramente sua saúde por meio da casca e das folhas, as tais escamas ou cutículas dos cabelos se levantam e abaixam, conferindo brilho intenso ou opacidade.

Se as escamas estão levantadas, o córtex está mais exposto, ou seja, a parte vital fica desprotegida. Mas antes de chegar a essa camada existe água, proteínas e nutrientes que vão fugir pela abertura das cutículas, e em último caso, o interior do fio ficará completamente entregue.

Ceramida em ação

É nessa hora que a ceramida entra em ação, funcionando como uma cola para unir as escamas entre si e mantê-las comportadas. A hidratação do fio é importantíssima, já que nosso corpo todo também é composto em sua maioria de água, e com as cutículas fechadas essa água não escapa, não havendo necessidade de reposição futura. As ceramidas são tão essenciais que constituem cerca de 40% a 65% das células do estrato córneo, a camada mais externa da epiderme, que também pode se denominar camada de queratina, e é ela que protege os tecidos mais profundos da pele contra lesões e infecções.

A ceramida é um lipídio (ou seja, uma gordura), e água e óleo não se misturam, por isso é tão eficaz. O corpo produz uma certa quantidade de ceramida naturalmente, mas com agressões sofridas, como processos químicos, raios ultravioleta do sol, e até mesmo nas lavagens com shampoo, a versão natural da ceramida acaba sendo perdida e o cabelo resseca e fica quebradiço. A hidratação com ceramida ajuda a combater a porosidade (escamas constantemente levantadas), o arrepiado (frizz), e nutrindo, que é o efeito dos óleos nos cabelos.

O mesmo vale para a pele: ela ajuda na regeneração após peelings (que retiram forçadamente as camadas externas do tecido cutâneo) e condições de permeabilidade, como insolações e ressecamentos, normalizando a hidratação e a suavidade. A concentração usada é de 0,05% a 0,2% em cremes e condicionadores, e também em batons.

É possível que você já tenha visto por aí a "bio-ceramidas", porém não há diferença estrutural da já conhecida em outros produtos. O que muda são associações entre aminoácidos e vitaminas que potencializam sua função. É importante notar que a ceramida sozinha não faz milagres, se o seu cabelo estiver muito danificado.

Ah, e se você quiser fazer uso de técnicas menos danosas aos cabelos, que tal ser um adepto do Low Poo ou do No Poo?



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail