Gastrite: causas, sintomas e como combater

A gastrite é causada por diversos fatores e pode ser tratada com boa alimentação e medicamentos prescritos por um médico

Gastrite
Imagem: Wikimedia Commons

A gastrite é uma inflamação nas paredes do estômago que pode ter diversas causas, tipos e sintomas. Os sintomas mais comuns são: dor na boca do estômago em forma de pontadas, sensação de bola na garganta e queimações que surgem logo após as refeições. Esses sintomas podem prosseguir mesmo ao tomar antiácidos. Também pode haver a sensação de enjoo ou de estômago muito cheio, a demora na digestão e arrotos frequentes, região do estômago inchada e dolorida, perda do apetite, vômito ou ânsia de vômito.

Tipos, causas e tratamentos

Para cada tipo de gastrite existe uma causa diferente que será explicada logo abaixo, para tratar da gastrite o recomendável é procurar um médico para que ele prescreva os medicamentos necessários. A gastrite é um problema que pode se tornar muito grave e, dependendo do tipo, se não tratada corretamente, pode evoluir até para um câncer. Os principais tipos de gastrite são:

Gastrite nervosa

Como o próprio nome diz, aparece em situações de medo, estresse e ansiedade. Seus sintomas são azia, arrotos frequentes, vômito e sensação de estômago cheio. Os médicos geralmente prescrevem medicamentos como antiácidos e calmantes, pedindo também alterações na dieta e prática de atividades físicas, pois ajudam a diminuir o estresse e o nervosismo.

Gastrite aguda

É geralmente causada pela bactéria Helicobacter pylori, que está presente no estômago de 80% da população e os principais sintomas desse tipo de gastrite são náuseas, vômitos e dores, que normalmente se iniciam repentinamente. Como tratamento, os médicos geralmente prescrevem antibióticos, antiácidos e alterações na dieta alimentar e atividade física. Se não tratada, a gastrite aguda pode se tornar crônica.

Gastrite crônica

É caracterizada por sintomas prolongados, com um aumento gradativo da inflamação do estômago; se não tratada, pode danificar muito as paredes do estômago. Para tratar a gastrite crônica, os médicos geralmente prescrevem antiácidos e protetores gástricos; antibióticos são indicados pelos especialistas nos casos em que a gastrite for causada pela bactéria Helicobacter pylori. Uma dieta adequada e a ingestão de suplementos de vitamina B12 também fazem parte do tratamento, pois esse tipo de gastrite pode causar anemia pela falta da vitamina.

Gastrite eosinofílica

É caracterizada pelo aumento de células imunes no estômago, causando inflamação e sintomas como náuseas, vômito e azia e afeta principalmente pessoas que têm algum tipo de alergia. Para esse tipo de gastrite, os médicos geralmente prescrevem medicamentos corticoides.

Gastrite enantematosa

Surge quando há uma inflamação na camada mais profunda da parede do estômago, podendo surgir devido a infecções por bactérias, doenças autoimunes, uso frequente de aspirinas ou de anti-inflamatórios e alcoolismo. Seus sintomas são a indigestão, gases e vômitos. Para o tratamento, os médicos costumam indicar antiácidos e uma dieta pobre em cafeína, doces e gorduras.

Tenho gastrite, o que preciso mudar na minha alimentação?

O que comer e e beber:

  • Queijo branco e ricota, evitando os amarelos e gordurosos;
  • Chás, exceto os de mate, preto ou que contenha cafeína;
  • Leite desnatado;
  • Suco de frutas, exceto as cítricas, como laranja, abacaxi ou limão;
  • Pão sem miolo, evitando pães de farinha branca, como o pão francês;
  • Gelatina de ágar;
  • Frutas frescas sem casca ou cozidas;
  • Cremes com mingau de maisena;
  • Utilize ervas finas para temperar, evitando molhos prontos, pimenta, mostarda, alho ou cebola;
  • Peixe e frango com pouca gordura;
  • Arroz e feijão;
  • Verduras e legumes;
  • Alimentos integrais.

O que não comer e beber:

  • Chocolate;
  • Queijos picantes ou com tempero forte;
  • Sucos cítricos;
  • Frutas cítricas;
  • Leite com chocolate;
  • Leite e seus derivados: iorgurte, sorvete, etc.;
  • Chocolate quente de cacau;
  • Qualquer bebida que contenha cafeína e refrigerantes;
  • Chá de hortelã;
  • Chá preto;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Alimentos com corante e conservantes;
  • Alimentos apimentados e qualquer tipo de pimenta;
  • Tomate e produtos derivados, como massas e molho de tomate;
  • Goma de mascar;
  • Linguiça, bacon e carne vermelha;
  • Comidas processadas: macarrão, pão, produtos com açúcar adicionado, alimentos com gordura trans, óleos vegetais refinados, frituras e produtos laticínios pasteurizados;
  • Sementes de mostarda e noz-moscada;
  • Doces enlatados;
  • Alimentos gordurosos;
  • Biscoitos recheados e bolos industrializados;
  • Massa folhada, quibe, hambúrguer e cachorro quente;
  • Carne de porco e embutidos como salsicha, presunto e mortadela.

Outras informações importantes

É recomendável fazer as refeições de três em três horas e para quem tem o vício de fumar, o recomendado é parar - o mesmo deve ser feito com relação ao consumo de álcool.



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail