Faça você mesmo: cola de leite

Quer produzir uma cola caseira eficiente sem derivados de petróleo? Confira!

Aprenda como fazer sua própria cola
Imagem: Pixabay / CC0 Public Domain

Quem nunca precisou de uma cola para arrumar algo quebrado ou fixar coisas? A cola branca, ou cola escolar, é a mais famosa e muito comum na rotina de muita gente. Mas você sabe do que elas são compostas? Sabia que você pode preparar uma cola branca com apenas três ingredientes básicos que todo mundo tem em casa?

As colas são divididas em três categorias: colas com base em água, com base em solvente e as colas "químicas" (que reagem ao serem expostas ao ar).

As colas com base em água se caracterizam por estarem dispersas em água. Após aplicadas, o efeito é fixado imediatamente depois da evaporação da água. Como são solúveis em água, são consideradas laváveis, ou seja, você pode retirá-las com água.

A cola branca, aquela cola utilizada em escolas e em casa para colar papel e até para fixar madeiras, possui como base a água. Ela pode ser composta por polímeros sintéticos (como acetato de polivinila, o PVA) ou naturais (goma arábica). Normalmente as colas brancas são compostas por PVA, que é um polímero produzido a partir do acetato de vinila. Para a obtenção do acetato de vinila é utilizado como principal componente o etileno, que é obtido através do craqueamento do petróleo ou de hulhas.

Com o objetivo de evitar a poluição que a extração de petróleo causa ao meio, podemos utilizar meios alternativos que ajudam a minimizar a utilização de produtos que dependem da extração do petróleo. Bolamos uma receita simples e básica para que qualquer pessoa possa aprender como fazer cola em casa.

Materiais

Procedimentos

  1. Encha 2/3 de um copo de 250 ml com o leite. Com vinagre, preencha o restante do conteúdo do copo até que ele atinja a borda. Agite levemente, tomando cuidado para não derrubar o conteúdo. Você vai notar que o leite irá "talhar" e se dividir em duas fases. A parte que precipitar é a caseína, uma proteína muito presente no leite. Deixe esta mistura descansando por cerca de três minutos;
  2. Coloque o papel do filtro de café dentro do suporte;
  3. Filtre a mistura de leite com o vinagre no filtro de café. Este processo pode demorar cerca de 15 minutos;
  4. Assim que todo o conteúdo for filtrado, uma massa branca se formará no filtro de papel, separe-a em um recipiente. O líquido filtrado pode ser descartado normalmente na pia, pois é uma solução de vinagre e leite um pouco ácida.
  5. No recipiente em que a massa branca foi colocada, adicione duas ou três colheres de chá de bicarbonato de sódio e misture bem. A massa irá começar a espumar e ficará mais líquida, isso é, o bicarbonado de sódio reage com o restante de vinagre que ficou na massa e libera gás carbônico, sal e água, formando assim, momentaneamente, uma espuma e deixando a massa mais líquida. Misture até notar que a formação de espuma parou de ocorrer.
  6. Pronto! Sua cola caseira está feita!

Entenda a ciência

A caseína é uma proteína presente em alta concentração no leite. Quando o vinagre é adicionado, o pH da mistura é diminuído, fazendo com que a caseína precipite e se separe do soro de leite. Quando adicionado o bicarbonato de sódio, ele reage com o vinagre que sobrou na mistura, formando gás carbônico, sal e água, tendo assim a base de água para a nossa cola.

As colas com base de água possuem um melhor desempenho para superfícies porosas (como papel, tecido, madeira), pois, quando em meio aquoso (água), os polímeros (ou no caso da caseína, proteínas) possuem poucas interações entre si e, quando aplicados em uma superfície porosa, os compostos penetram com facilidade. A medida que a água vai evaporando, os compostos começam a ter uma maior interação entre eles e com a superfície em contato, unindo assim as partes.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail