Faça você mesmo: seis receitas de esfoliantes caseiros

Esfoliar a pele, no corpo e no rosto, é um processo ótimo para renovação do órgão

Aprenda a fazer seu próprio esfoliante caseiro e ajuda não só sua pele mas também o meio ambiente

A esfoliação é uma etapa importante na lista de cuidados com a pele, pois promove a remoção de células mortas, estimulando a produção de novas células para repor essa camada que foi retirada, proporcionando brilho e vitalidade ao maior órgão do corpo humano. É importante que o processo seja realizado no corpo e no rosto, principalmente nas áreas em que há maior propensão a pelos encravados e cravos. Esse cuidado vale tanto para homens (barba), quanto para mulheres (em qualquer área do corpo sujeita à depilação) - para obter dicas de cuidados na hora de se barbear, clique aqui e aqui, e na hora da depilação, aqui.

A remoção dessas células mortas juntamente com a sujeira nela agregada (partículas de poluição, por exemplo) faz com que todas as etapas seguintes de cuidados com a pele tenham um resultado muito melhor, pois a penetração de filtro solar, hidratantes e cremes anti-idade será muito maior.

Contudo devemos ser conscientes e fazer escolhas com menor impacto ambiental possível. Esfoliantes à base de plásticos podem se transformar em microplásticos, que têm constituído um sério problema no tratamento dos efluentes (veja mais sobre isso aqui).

No mercado, existem inúmeros produtos com o propósito de esfoliar a pele, mas muitos deles são caros e contêm em sua formulação produtos químicos sintéticos potencialmente nocivos à saúde humana e ao meio ambiente.

Por isso, selecionamos as seis das melhores receitas caseiras para que você possa manter sua rotina diária de beleza e obter resultados excelentes, com ingredientes que certamente você já possui em casa e, assim, poder economizar e diminuir a sua pegada ecológica. Confira abaixo como fazer esfoliante caseiro. Em seguida, você aprenderá mais a respeito de cada ingrediente.

1. Esfoliante de Iogurte e café

  • 1 colher de sopa de iogurte natural;
  • 1/2 colher de sopa de borra de café.

2. Esfoliante de mel

  • 1 colher de sopa de mel;
  • 1/2 colher de sopa de fubá.

3. Esfoliante de óleo de amêndoas (peles secas e ressecadas)

  • 1 colher de sopa de açúcar;
  • 1 colher de sopa de óleo de amêndoas.

4. Esfoliante corporal

  • 1 colher de sopa de açúcar;
  • 1 colher de sopa de fubá;
  • 3 colheres de sopa de óleo vegetal de sua preferência (pode ser azeite de oliva) - saiba sobre as propriedades de cada um aqui e onde comprá-los aqui.

5. Esfoliante de Iogurte e açúcar

  • 1 colher de sopa de iogurte natural;
  • 1 colher de sopa de açúcar;
  • 1 colher de sopa de mel.

6. Esfoliante para os pés

  • 3 colheres de sopa de açúcar cristal;
  • 1 colher de sopa de óleo de amêndoas.

Modo de preparo e uso

Para qualquer uma dessas receitas, basta misturar todos os ingredientes em um recipiente e aplicá-lo na pele com os dedos de forma suave e em movimentos circulares. Em seguida, enxágue com água fria e prossiga com sua rotina habitual de cuidados com a pele, como a hidratação (caso procure dicas de receitas caseiras de hidratantes para o corpo e rosto, clique aqui).

A esfoliação pode ser realizada de uma a duas vezes por semana, dependendo da necessidade, e a granulometria do açúcar depende da área da pele em que será aplicada, recomendando-se o açúcar refinado ou de confeiteiro para regiões mais sensíveis como as do rosto, por exemplo; e para regiões mais ásperas como pés, joelhos e cotovelos, que necessitam maior atenção, pode-se utilizar o açúcar cristal.

O ideal é que seja preparada a quantidade necessária para uso imediato, já que podem perder suas propriedades ao longo do tempo e não proporcionar os efeitos desejados.

Entendendo cada ingrediente

Todas as receitas aqui apresentadas possuem basicamente ingredientes com duas funções específicas: esfoliante e umectante.

1. Esfoliantes

Neste grupo entram os agentes abrasivos, que irão realizar a remoção mecânica das células mortas e outras sujidades. São aqui representados pelos açúcares, fubá e borra de café.

2. Umectantes

São os componentes com a função de oferecer uma consistência mais adequada à mistura e, além disso, fornecem nutrientes e outros benefícios à pele. Os selecionados foram mel, iogurte natural e óleo de amêndoas.

  • Mel

Possui propriedades auxiliares na hidratação além de sua potente ação de renovação celular.

  • Iogurte natural

O ácido lático presente no produto é um alfa-hidroxiácido que ocorre naturalmente na pele e é conhecido pelo seu alto poder umectante. Aplicados na pele, o ácido láctico e seus sais (lactatos) atuam como agentes antimicrobianos, reguladores de pH, hidratantes, umectantes, agentes rejuvenescedores e clareadores da pele.

  • Óleo de amêndoas

É um óleo vegetal que constitui um dos produtos mais usados na indústria cosmética em geral. Possui propriedades hidratantes e umectantes pois forma uma barreira protetiva que impede a perda de água pela pele. Devido à presença de nutrientes como vitamina E, B, A, ácido fólico e arginina, o óleo de amêndoas doces traz diversos benefícios para a saúde e beleza. Possui propriedades anti-inflamatórias auxiliando a amenizar e prevenir estrias.

  • Óleos vegetais

Possuem inúmeras utilidades (descritas aqui), e dependem mais especificamente do tipo que for usado, mas no geral apresentam diversos benefícios relacionados à hidratação e à nutrição da pele, pois são transportadores de vitaminas lipossolúveis, tais como A, D, E e K. Além do que, devido à sua origem vegetal, diminui muito a aparição de alergias e lesões, e muitos atuam como bactericidas e cicatrizantes. Diante de tudo isso, vale a pena fazer seu uso nos cuidados com a beleza. Mas sempre é preciso cautela ao adquiri-lo, certificando-se sempre do seu modo de obtenção, já que o extraído por prensagem é o mais natural e, portanto, todas as propriedades desejadas são mantidas, além de ser o menos impactante ao meio ambiente. Você pode comprá-lo aqui.

Com essas dicas, você pode manter sua rotina de cuidados com a beleza de consciência limpa, com excelentes resultados e de maneira natural, beneficiando sua saúde e o meio ambiente. Você não contribuirá com o aumento da carga de microplásticos despejada nos corpos d’água, além de proporcionar menor impacto ambiental de forma geral, dispensando o uso de embalagens plásticas e outros inúmeros insumos largamente utilizados na indústria cosmética em geral, principalmente a água, cada vez mais escassa e preciosa.


Imagem: Dicas de Mulher


Veja também:



 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail